Assine a newsletter

GUARÊ MASCOTE

H2Foz > Notícias

15/02/2013 10h13

Nível do reservatório da usina de Itaipu Binacional volta a subir

As chuvas dos últimos dias, em especial na área de influência da Itaipu Binacional, têm contribuído para a elevação do nível do reservatório da usina.
  
Mesmo com uma produção suficiente para atender a demanda de energia dos sistemas brasileiro e paraguaio, a Itaipu está recuperando o nível do reservatório.
 
A expectativa é que a situação se normalize aos poucos. Hoje, a usina está operando na cota 217,44 metros acima do nível do mar, quase um metro e meio a mais do que duas semanas atrás.

No período de maior escassez de água deste verão, a usina chegou a operar na cota 216,08. Como precaução, Itaipu operou em alguns momentos a fio d’água, ou seja, somente utilizando a água disponível de seus afluentes para gerar energia, sem recorrer ao reservatório, que funciona como uma espécie de estoque.
  
Já vinha chovendo de forma consistente nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, mas as usinas acima de Itaipu, localizadas na mesma Bacia do Paraná, estavam com o armazenamento muito baixo e aproveitaram também para recuperar o nível de seus reservatórios.
  
 Para a região da Itaipu, o cenário hidrológico, tanto a curto e a médio prazo, é favorável. O período chuvoso deve permanecer nos próximos cinco dias, com chuvas moderadas e fortes.
  
Se as previsões dos serviços meteorológicos se confirmarem, esse panorama positivo se estende ao menos por mais 15 dias.
   
A expectativa é que chova acima da média na região denominada incremental, que abrange os Rios Piquiri e Ivaí, no Paraná. Esses dois rios, que têm influência direta no reservatório de Itaipu, representam algo em torno de 20% das águas que chegam à usina. Na bacia do Rio Piquiri choveu, nos últimos seis dias, 110 milímetros, e na bacia do Rio Ivaí, outros 100 milímetros. Na região do reservatório choveu bem: mais de 80 milímetros de sexta (8) até esta quinta-feira (14).
 
Nas Cataratas, rio também sobe
Nas Cataratas, na fronteira do Brasil com a Argentina, o volume de água também vem aumentando com as chuvas do Rio Iguaçu (bacia diferente da Itaipu, que é abastecida pelo Rio Paraná). A vazão desta quinta-feira no local chegou a 1.700 metros cúbicos de água por segundo. A vazão considerada média para o local nessa época é de 1.200 metros cúbicos de água por segundo.

(Itaipu Binacional)

      Facebook
Comentários compartilhados no Facebook.
      Twitter
Compartilhamentos e retweets no Tweeter.
 
Comentários
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. O Portal H2FOZ não é responsável pelo seu conteúdo.

Post new Comentário

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação

CAPTCHA
Esta questão serve para filtrar os envios automatizados de spam deste formulário.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres que aparecem na imagem.

          comprasparaguai.com.br

+ NA REDE