1. Home
  2. Notícias

Aprovado curso superior de Tecnologia em Radiologia na Uniamérica

Aprovado curso superior de Tecnologia em Radiologia na Uniamérica
Foi publicada no Diário Oficial a Portaria de autorização para abertura do primeiro curso de graduação de Tecnologia em Radiologia de Foz do Iguaçu. O curso, de três anos, será ofertado pela Uniamérica, com 50 vagas para o período diurno e 50 no período noturno. “O serviço de saúde de Foz do Iguaçu cresceu muito nos últimos anos, mas ainda não forma seus próprios profissionais. Com o curso de Radiologia iremos suprir uma demanda muito reprimida na cidade”, comenta o diretor geral da instituição, Daurí Braga Brandão.

Referência na formação na área da saúde, o novo curso da Uniamérica será ofertado em seis semestres, no sistema modular. “Nosso cuidado em ofertar Radiologia é em garantir uma consistência curricular que forme profissionais cuidadosos e atentos as inovações tecnológicas do mercado”, avalia Daurí.

A profissão é ideal para quem adora biologia, química e física e gosta de pesquisa. “O perfil do nosso acadêmico será de um profissional que integre funções administrativas, educativas e investigativas inerentes ao papel do gestor hospitalar nos diferentes níveis de atenção e nas diferentes áreas de trabalho”, explica Daurí.

Além de executar técnicas radiológicas no setor de diagnóstico e exames médicos, o tecnólogo pode atuar no setor industrial e de pesquisa em medicina nuclear. Entre os locais de trabalho em que pode atuar um tecnólogo estão clínicas de radiodiagnóstico, hospitais, laboratórios, indústrias e fabricantes e distribuidores de equipamentos hospitalares. 

O curso superior de tecnologia em radiologia ainda é novo, começou a ser ofertado no Rio de Janeiro em 1991. No Paraná, chegou apenas no ano de 2000. “Mais uma vez a Uniamérica sai na frente e apresenta para Foz do Iguaçu caminhos para o desenvolvimento local e regional”, diz Daurí. Além disso, garante o diretor, o mercado de trabalho para profissionais de Radiologia está aquecido, especialmente por conta do desenvolvimento tecnológico do setor de saúde no Brasil. “Nós últimos anos tanto o setor público quanto o privado estão investindo muito em novos equipamentos de diagnóstico por imagens. Até algum tempo atrás Foz do Iguaçu não tinha alguns destes equipamentos, e hoje já não é mais necessário ir para outro pólo fazer algum exame. No entanto, em alguns casos, o que temos de importar são os profissionais que operam essas máquinas. Situação que com o curso da Uniamérica não irá mais acontecer”, acredita. 

Entre as disciplinas oferecidas na formação do tecnólogo estão fisiologia, física radiológica, anatomia radiológica, semiologia, biofísica, entre outras.

(Assessoria)