H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Pelo Paraná

Chineses podem investir na Ferroeste até Foz, integração ferroviária, dinheiro do SUS, obras na BR-277 e tarifa do pedágio

Interesse chinês

A macrodrenagem e engorda da praia de Matinhos e a extensão da malha ferroviária da Ferroeste entre Cascavel e Foz do Iguaçu são os dois projetos que interessam investidores chineses que estarão no Paraná no próximo 14 de maio para tratar dos empreendimentos. Só em Matinhos, o investimento previsto é de R$ 800 milhões.

A extensão do ramal da Ferroeste até Foz ainda não tem custo definido, mas faz parte do corredor bioceânico, projeto de ferrovia que ligará o Porto de Paranaguá ao de Antofagasta, no Chile.

JMacêdo em Londrina

O prefeito Marcelo Belinati (PP) confirmou com Walter Faria Júnior, presidente da JMacêdo, líder nacional nos segmentos de farinhas de trigo e misturas para bolo, a instalação de um novo complexo industrial em Londrina. Serão R$ 500 milhões em investimentos e 4,5 mil novos empregos. Só de construção são 380 mil metros quadrados. Serão instaladas cinco indústrias e empresas: fábrica de macarrão, fábrica de biscoitos, moinho, centro de distribuição e laboratório de trigo.

Malha ferroviária

A integração da malha ferroviária dos países da América do Sul será debatida em um seminário organizado pelo Parlamento do Mercosul no Paraguai em data a ser marcada. De acordo com o deputado Ricardo Barros (PP-PR), o objetivo é construir um plano de integração da infraestrutura ferroviária do continente. Barros é um dos brasileiros que compõe a comissão do Parlasul.

Repasses aos HU's

O deputado Michele Caputo (PSDB) solicitou ao Estado a regularização dos repasses aos hospitais universitários afetados pela desvinculação das receitas de estados e municípios. O entendimento é que a legislação federal excetua a saúde e, portanto, não deveria redirecionar recursos destinados ao custeio de serviços da área, o que inclui hospitais universitários.

“Protocolei requerimento pedindo informações à Secretaria da Fazenda para esclarecer esta situação. Trata-se de um problema muito sério e que tem comprometido o funcionamento dos hospitais universitários”, destaca o deputado.

Dinheiro do SUS

Michele Caputo afirma que o tema foi trazido à tona pelos reitores de universidades estaduais, preocupados com o corte sistemático de recursos. O argumento é que parte dos valores bloqueados são oriundos do SUS e se referem à produção hospitalar. “Temos que regularizar isso o mais rápido possível. Não podemos deixar que a população corra o risco de ficar sem atendimento”, enfatiza o deputado.

Obras nas BR's

Duas rodovias que ligam Curitiba ao interior, trecho da 277 e a 376, além da PR-151 (região de Jaguariaíva), ganharão um conjunto de obras. O Estado deverá apresentar nos próximos 60 dias, as modificações prioritárias que devem ser feitas nas estradas. As intervenções fazem parte do acordo de leniência assinado entre a Rodonorte e o Ministério Público Federal. A Rodonorte se comprometeu a pagar R$ 750 milhões até o final da concessão, que acaba em novembro de 2021 – R$ 715 milhões em decorrência da infração e R$ 35 milhões em multa.

Redução da tarifa

Em nota, o Ministério Público Federal afirma que as concessionárias Viapar e Caminhos do Paraná já têm que reduzir as tarifas de pedágio em 19,02% e 25,77%, respectivamente. Segundo o MPF, os percentuais correspondem ao somatório de degraus tarifários obtidos em aditivos recentes que foram obtidos mediante pagamento de propina a agentes públicos.

Consegs

Projeto de lei apresentado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) inclui os conselhos comunitários de segurança no Programa Nota Paraná. Dessa forma, os consegs poderão receber créditos e prêmios previstos no programa.

Seguro rural

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que Seguro Rural do Plano Safra 2019/2020 será de R$ 1 bilhão. A verba, atualmente na casa dos R$ 400 milhões, será anunciada oficialmente no dia 12 de junho. A ministra Tereza Cristina (Agricultura) defendeu o aumento dos recursos para resguardar os produtores em caso de prejuízos na safra, principalmente quando provocados por mudanças climáticas e, assim, atender a um número maior de beneficiários.


Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 22 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br