H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Professor Afonso

Parque Nacional do Iguaçu, nossa reserva natural

 

Prof. José Afonso de Oliveira

 

O nosso Parque Nacional do Iguaçu extrapola as nossas fronteiras, adentrando em território argentino, também sendo uma reserva natural. Mais do que tudo, a área é tombada como patrimônio natural da humanidade pela Unesco, o que lhe confere um status muito mais elevado dentro do contexto atual da preservação ambiental.

No lado brasileiro, ela representa a maior reserva natural da Região Sul do Brasil, contendo remanescentes da Mata Atlântica, outras espécies vegetais e riquíssima flora e fauna. Tudo isso é algo meio inédito localizado hoje em regiões urbanizadas, mas que tem um sentido muito forte no atual mundo globalizado.

É dentro dessa área que temos as belíssimas Cataratas do Iguaçu, um conjunto cênico inigualável em todo o mundo, pois está em plena área natural sem qualquer espaço para exploração comercial. Por conta disso, é também muitíssimo importante.

No cenário do mundo atual globalizado, onde a questão ambiental sobressai de forma muito acentuada e importante, temos essas áreas preservadas que vão sendo utilizadas para passeios, trilhas, várias modalidades esportivas, pois se tem consciência da importância e da beleza de toda essa imensa área.

Pensando em tudo isso, temos de agilizar todo um grande trabalho científico que poderia contar com o aval da Unesco, mas seria realizado sob supervisão dos governos do Brasil e da Argentina envolvendo universidades públicas e privadas, financiadores de áreas preservadas, visando a estudos, realização de cursos, seminários, enfim, várias e diferentes atividades técnico-científicas de grande impacto e importância.

A construção de um conjunto de obras, tanto do lado brasileiro quanto argentino, sendo entendido como um grande centro ambiental, seria excelente para todas as atividades propostas. Pensar, por exemplo, num museu virtual de sorte que, de qualquer parte do mundo, as pessoas possam ter acesso a todo um acervo natural de extrema importância e difícil ocorrência.

Tudo isso objetiva também a ter uma nova concepção da utilização técnico-científica de áreas preservadas visando exatamente à melhor preservação, ao mesmo tempo sendo útil para o entretenimento e o acúmulo de conhecimentos pertinentes à natureza, hoje já mais raro em todo o planeta. Isso ocorreria também em boa hora quando a humanidade está bastante preocupada e sensibilizada com as questões ambientais.