Inmet não desiste: agora, tem alerta laranja para “chuvas intensas”

No Paraguai, temporais começaram na quarta, derrubando muitas torres da Ande. Foto: Ande/

Temporais, com chuvas fortes, atingiram várias regiões do Paraguai. E chegaram a provocar estragos.

A Direção de Meteorologia do Paraguai acertou em cheio: tempestades na quarta e também nesta quinta-feira (27), que acontecem desde a madrugada em alguns departamentos.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Já a previsão dos serviços de meteorologia do Brasil falhou, pelo menos a que previa temporal, como a feita pelo Instituto Nacional de Meteorologia – Inmet.

Mas a quinta-feira não acabou. E o Inmet insiste com alerta laranja para “chuvas intensas”. O aviso vigora das 11h desta quinta até 11h de sexta-feira.

A previsão é: “Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O alerta laranja representa “perigo”.

Área que será atingida por “chuvas itntensas”, segundo o Inmet.

MAIS PREVISÕES

Para o Simepar, chove nesta quinta. E bastante: 30,3 milímetros ao longo do dia. Rajada de vento vai chegar a 48 km por hora. E chove também na sexta-feira, quase 10 milímetros.

“Pancadas de chuva e tempestades”, informa o AccuWeather para esta quinta, com 97% de chance de isso acontecer. Na sexta, tempestade, que se repete na segunda-feira, último dia do mês.

Tem alerta de temporais também no Climatempo, entre o Sul do Brasil e São Paulo. No Paraná, os maiores volumes de chuva devem ocorrer na Grande Curitiba e no Litoral. Pra Foz, previsão é de pancadas de chuva de hoje até segunda-feira.

O Sistema Faep indica “chuvas intensas” para Foz (100% de possibilidade). Pode chover também na sexta, mas chance é menor (44%).

Já o CPTEC/Inpe aponta 90% de possibilidade de chuva, nesta quinta. Depois, só na segunda-feira (70%).

NO PARAGUAI

Autódromo que funcionava como posto de vacinação sofreu danos. Vacinação foi interrompida. Foto UH
Destruição no Club Sajonia. Foto publicada no ABC Color

Na região oriental do Paraguai e no Baixo Chaco houve “chuvas importantes”, como noticia o jornal ABC Color, já a partir da tarde de quarta-feira.

Nesta quinta, há tormentas elétricas nos departamentos de Concepción, na região oriental e em Presidente Hayes, onde o acumulado atingiu 70 milímetros, na localidade de Lolita.

Ventos fortes derrubaram torres da Ande (estatal de eletricidade) na região de Guairá, e  também 16 deixaram fora de serviço 16 linhas de média tensão, deixando sem luz moradores da área metropolitana de Assunção.

Também em Assunção, o vendaval causou grandes estragos no Clube Sajonia, ferindo sem gravidade várias pessoas. Além disso, o vento derrubou o telhado do autódromo Rubén Dumot, onde era aplicada vacinação contra covid-19, que foi interrompida até serem feitos os consertos.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.