Não mate o mensageiro! Meteorologia errou sobre temporal do fim de semana

Semana começa com chuva, mas pouca coisa. Foto Patrícia Iunovich

Mas o alerta tinha que ser divulgado. É uma forma de prevenir as pessoas, para que se cuidem.

O Instituto Nacional de Meteorologia divulgou alerta na sexta-feira, válido até sábado, dia 6: temporais poderiam atingir Foz. A tormenta, embora sem provocar estragos, chegou como o previsto.

De sábado pra domingo, o alerta foi repetido pelo Inmet: Foz continuava na rota dos temporais. Em ambos os casos, alerta amarelo, que significa “perigo potencial”. O alerta laranja é “perigo”. O vermelho – este nunca noticiamos aqui – representa “grande perigo”.

A Defesa Civil do Paraná enviou mensagem pelo celular, a quem está inscrito no serviço, mais ou menos na linha do que fez o Inmet: “Temporais na sua região”, etc. “Previna-se”.

Noticiamos aqui: Termina um alerta de temporal, vem outro! Agora, vale até domingo

Pois bem. Sequer choveu, de sábado pra domingo, 7. O vento foi brisa. O sol imperou, junto com muito calor. Nesta segunda-feira, 8, pela manhã, o tempo deu uma fechada. E choveu.

“TERRORISMO”

Ambas as matérias do alerta, publicadas pelo H2FOZ, tiveram ampla repercussão nas redes sociais. A maioria dos comentários era no sentido de que o aviso não se tornasse realidade.

Mas a matéria do alerta de sexta-feira, justamente aquele que acabou se tornando realidade, teve comentário de uma leitora extremamente crítico: “Esse site gosta de aterrorizar. A última previsão não se concretizou. Eu só acredito se outros confirmarem. O que não é o caso”.

Mereceu uma resposta educada por lá. Mas vale outra aqui, mais esclarecedora. Ninguém gosta de “aterrorizar”. Se o Inmet divulga um alerta para temporais, fica implícito que está pedindo pra divulgar o máximo possível, pra que mais pessoas se previnam e diminua a possibilidade de prejuízos e até de algum acidente fatal.

Se acreditamos piamente que pode haver temporal? Claro que não. É uma possibilidade, baseada em imagens de satélite, em análise da movimentação de nuvens nas áreas próximas àquela onde pode haver o evento climatológico, em projeções por computador e outras formas de prever o tempo. Mas tudo pode mudar de uma hora pra outra. Ainda mais na primavera, estação rápida no gatilho na hora de alterar o panorama meteorológico.

A leitora disse, ainda, que “a última previsão não se concretizou”. De fato, o alerta anterior, de 30 de outubro, um sábado, não se tornou realidade.

Mas exatamente o aviso que ela criticou, o de 5 de novembro, “se concretizou”. Felizmente, sem provocar grandes estragos, apenas alagamentos nas avenidas onde isso já é tradição, em Foz.

OS “OUTROS”

Ah, sim, ela ainda diz: “Eu só acredito (em alerta para temporais) se outros confirmarem”. Esse “outros” ela quer dizer outros sites, outros meios de imprensa? Ou outros serviços de meteorologia?

Seja lá o que quis dizer, aqui no H2FOZ sempre consultamos seis ou sete serviços de meteorologia em cada matéria com a previsão do tempo.

Nesta do alerta do final de semana, mostramos que não foi só o Inmet que previu temporal no sábado: o AccuWeather falou em “algumas tempestades”. E todos os outros apontavam chuva: CPTEC/Inpe, Tempo Agora, Simepar, Climatempo e Sistema Faep.

Pro domingo, só o AccuWeather previu tempo aberto. Os demais continuavam com a previsão de chuva. Todos erraram no sábado. Um acertou no domingo.

A culpa é do mensageiro? Seria, caso tivéssemos apostado todas as fichas num só serviço, como fazem (ou faziam, alguns passaram a nos copiar, na cara dura), outros meios de imprensa.

Pra quem acha que meteorologia é como astrologia, melhor não ler as notícias do tempo. Pra quem quer informação pra se prevenir, se cuidar, é bom saber o que o clima pode nos reservar. Mesmo que haja vários erros, uma previsão acertada de temporais, que nos livre de prejuízos e problemas, já terá valido a pena.

A DESTA SEGUNDA-FEIRA

Vamos então conferir a previsão para esta segunda-feira e os próximos dois dias? Pelo menos pra diversão, se não houver nenhum aviso de perigo. E não há.

Inmet: “Muitas nuvens com pancadas de chuva”. Já houve pancadas pela manhã. Máxima de 30 graus. Terça de muito calor (35 graus), sem chuva. Na quarta, “muitas nuvens com chuva isolada”. Máxima de 33 graus.

Simepar: 4,4 milímetros de chuva nesta segunda, com máxima de 28 graus. Terça e quarta de sol, com máxima de 29 graus nos dois dias.

Sistema Faep: o link de previsão do tempo está fora do ar, nesta segunda-feira.

AccuWeather: chuva nesta segunda (apenas 1,1 mm), com máxima de 31 graus. Ensolarado na terça, com 33 de máxima, e nublado na quarta, com máxima de 34 graus.

CPTEC/Inpe: 60% de probabilidade de chuva hoje (já choveu!), com máxima de 32 graus. Tempo firme terça e quarta, com máxima de 33 graus.

Climatempo: chuva passageira durante o dia, nesta segunda, com máxima de 28 graus. Terça, tempo firme, com máxima de 31 graus; e quarta com “pancadas de chuva à tarde e à noite” e máxima também de 31 graus.

Tempo Agora: chove hoje (8 mm) e chove na quarta-feira. Máximas: 28 graus hoje e 31 na terça e na quarta-feira (quando chove 2 mm).

NOVEMBRO

Assim é nosso método. Deixar que o leitor acompanhe todas as previsões, pra saber qual serviço é mais confiável, ao longo dos dias.

Não temos preferência por qualquer serviço.

Mas, analisando todas as previsões, dá pra apostar: novembro será um mês pouco chuvoso, em Foz e no Paraná, ao contrário de outubro. E grande parte do Brasil continua precisando de muita chuva pra recuperar reservatórios de abastecimento de água e das usinas hidrelétricas.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1160 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.