O que dizem os meteorologistas sobre a chuva que nunca vem

Y así pasan los días... hasta cuando? Foto Marcos Labanca

Há muitas diferenças nas previsões. O certo é apenas que o calor continua intenso.

É engraçado – pra não dizer triste – o desacordo nas previsões dos diferentes serviços de meteorologia, pra Foz do Iguaçu.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Que a seca está cruel, ninguém tem dúvida. E parece que uma ala da meteorologia ainda dá esperanças de que a situação mude em breve. Mas há outra ala que não perdoa: é estiagem em cima de estiagem.

O Simepar, por exemplo, só prevê chuva – a conta-gotas – na terça-feira da semana que vem, dia 22.

O AccuWeather mostra dias secos pela frente, com possibilidade de “algumas pancadas de chuva” na segunda-feira, 21.

O Sistema Faep antecipa a chuva pra domingo, mas a chance é de apenas 33% (que precisão na previsão, hein?). Sobe para 48% na segunda, 65% na terça, 86% na quarta e, finalmente, chove de fato na quinta-feira. Uma boa chuva: 26,6 milímetros.

O que impressionou, no caso do Sistema Faep, é ver a possibilidade expressa em percentuais “quebrados” e a chuva vir numa dose milimetricamente medida. A conferir.

O CPTEC/Inpe sempre foi cauteloso ao indicar possibilidade de chuva. E não está diferente para os próximos dias. Desta quarta até o último dia de fevereiro (28), há 70% de possibilidade de chover em apenas dois dias: no próximo domingo, 20, e na sexta-feira da outra semana, 25.

O Inmet, cujos alertas de tempestade quase sempre falharam, neste verão, só faz previsão até domingo. Pois, para o Inmet, nesta quarta, na sexta e no sábado, teremos a mesma coisa: “Muitas nuvens com possibilidade de chuva isolada”. Aquela que a gente nem vê. Já o domingo será de “tempo encoberto com chuvisco”.

Por fim, o Climatempo: diariamente, de hoje até domingo, um mesmo enunciado – “Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite”.

Pra segunda-feira, muda um pouco: “Sol com aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto”.

Pra terça: “Sol com aumento de nuvens ao longo do dia. À noite ocorrem pancadas de chuva”.

OS DETALHES

Previsões como essas, do Sistema Faep e do Climatempo, deixam o leitor/ouvinte/espectador bastante satisfeito com o sistema meteorológico brasileiro.

Na prática, contudo, é difícil que ocorram como o previsto Como já dissemos algumas vezes, dois fatores atrapalham os meteorologistas: falta de equipamentos e de um modelo capaz de mais precisão para climas tão diferentes, como o de Foz e o de Curitiba, por exemplo.

Mas, no geral, a meteorologia tem acertado. Informou que seria um fevereiro de poucas chuvas, no Paraná, e até agora isso se confirma. Com exceção do Litoral e de Curitiba, onde tem chovido com mais frequência.

Pra Foz, os meteorologistas entram em acordo em relação às temperaturas. Mas, também, é fácil: é só colocar qualquer número entre 30 e 40 graus que está de bom tamanho.

E a semana vai continuar assim: entre 35 e 36 graus, segundo o Simepar e o Climatempo; entre 34 e 38, pro AccuWeather; entre 35 e 37, de acordo com o CPTEC/Inpe; entre 38 e 40 graus, conforme o Inmet; e, mais comedido, entre 31 e 34 graus, para o Sistema Faep.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.