Temporal foi brando em Foz. Mas foi feio no Sul e em países vizinhos

Um registro de estragos no Paraguai, publicado no Instagram da Rádio Monumental de Assunção.

O temporal com “alerta laranja” do Inmet poupou o Paraná, na quinta-feira, 25. Mas foi de assustar em outras regiões.

O “alerta laranja” emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia, para temporais no Sul do Brasil, foi confirmado. Foram confirmados, também, os alertas emitidos pelos serviços de meteorologia do Paraguai e da Argentina.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

No Rio Grande do Sul, o temporal castigou Porto Alegre e outras cidades, como Canoas, Cachoeirinha, Sapucaia e Novo Hamburgo, netre outras, segundo a MetSul.

Houve queda de árvores, janelas foram arrancadas pelo vento e faltou energia na região metropolitana. Chuva torrencial, ventos fortes, com rajadas de até 109 km/hora foram registradas na capital e municípios vizinhos.

Estragos também em Santa Catarina, principalmente nas regiões Oeste e Meio-Oeste, com rajadas de ventos e granizo. Houve alagamentos e quedas de árvores em Xanxerê, em Serra Alta e em Seara, num registro rápido do que se pôde coletar via internet.

PARANA ESCAPOU

Felizmente para o Paraná, não houve estragos no Estado. Em Foz, a chuva veio forte, acompanhada de ventos e trovoadas, mas sem consequências, nem mesmo leves.

As cidades de fronteira com Foz, na Argentina (Puerto Iguazú) e no Paraguai (Ciudad del Este e Presidente Franco) também não registraram danos, apesar dos ventos fortes (em Alto Paraná, a rajada chegou a 81 km por hora). Mas o temporal provocou estragos em outras cidades do Paraná e da província argentina de Misiones.

Em Posadas, Misiones, uma cena comum em Foz, com temporais. Foto El Territorio

O Paraguai chegou a registrar ventos de 102 km por hora na Costanera de Encarnación (102 km/hora), fronteira com Posadas, na Argentina, onde houve queda de árvores. Em outros municípios da província, houve destelhamento de casas e corte de eletricidade.

Na Argentina e no Sul do Brasil, o alerta laranja do Inmet termina às 10h desta sexta-feira, 26. A frente fria já se deslocou em direção à Região Sudeste. No Paraguai, área instável foi para o Norte do país.

O fotojornalista argentino Daniel Ramonell fez um vídeo, que postou nas redes sociais e teve grande repercussão, sobre a chegada do temporal à cidade de Río Quarto, na província de Córdoba. Assustador!

CONCLUSÃO

Ainda é muito difícil, para os meteorologistas, delimitar uma área mais precisa do alcance de temporais. A chegada de frentes frias pode ser mais rápida ou ela pode se dissipar também mais agilmente, poupando localidades e castigando outras.

Mas vale sempre ficar atento aos alertas meteorológicos, tanto para a região onde você mora quanto para localidades que você pretende visitar, nos próximos dias.

FIM DE SEMANA EM FOZ

Em Foz do Iguaçu, o tempo ainda pode ficar nublado nesta sexta, com pancadas de chuva pela manhã e à noite, de acordo com o Inmet. Volta a chover no domingo.

Já o Simepar prevê tempo bom entre hoje e domingo. Sem chuva prevista pra semana que vem.

Climatempo segue o Inmet: possibilidade de chuva nesta sexta, tempo bom no sábado e pancadas de chuva no domingo.

AccuWeather: tempo bom hoje e sábado, com possibilidade de tempestades em algumas partes da região, no domingo.

Tempo Agora: chove hoje e domingo. Tempo bom no sábado.

Temperaturas se mantêm altas, mas sem o exagero dos primeiros dias desta semana.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.