O perigo do conflito entre Rússia e Ucrânia

A guerra é sempre uma tremenda irracionalidade que não tem nenhuma justificativa plausível. Foto: Pixabay

Prof. José Afonso de Oliveira – OPINIÃO

A crise e a guerra atual entre a Rússia e a Ucrânia são muito perigosas. Desde o final da Segunda Guerra Mundial, nunca nações equipadas com bombas nucleares chegaram ao ponto a que estamos assistindo.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Antes de qualquer outra consideração, a guerra é sempre uma tremenda irracionalidade que não tem nenhuma justificativa plausível.
O presidente Biden alega que a invasão da Ucrânia é algo muito sério e preocupante. Sim. Mas Vladimir Putin governa com mão de ferro

há pelo menos 22 anos a Rússia, tendo conseguido a proeza de superar a grande crise iniciada há 30 anos com Gorbachev, sucessor de Boris Yeltsin, um alcoólatra que precipitou a total destruição da economia russa. Assim a Rússia chegou ao isolamento internacional, causando graves problemas para a sua população.

Nesses anos todos, os Estados Unidos exerceram sozinhos a sua hegemonia, tendo hoje mais de 650 bases militares mundo afora.

Agora eles enfrentam as consequências de dois grandes feitos militares: a invasão do Iraque e do Afeganistão, de onde tiveram de bater em retirada com a máxima urgência.

Com a globalização, o mundo inteiro entrou em rápidas e profundas transformações, afinal tudo tende a mudar velozmente.

É assim que o chamado mundo unipolar dos Estados Unidos, com sua incontestável hegemonia, entra em colapso pelo momento de novas hegemonias: a russa e a chinesa. Teremos então um mundo tripolar em que novas instituições devem ser criadas e outras tantas reformadas, a começar pela ONU, de sorte a termos uma paz duradoura.

Para que essa possa ser possível e viável, a indústria bélica deve ser duramente controlada ou mesmo, em extremo, desativada, e os recursos a ela destinados sejam utilizados para eliminar as desigualdades sociais com políticas públicas de educação, saúde, geração de empregos etc.

É fazer isso ou ficaremos todos amedrontados pela possibilidade muito real de guerras devastadoras até o extermínio da humanidade e do planeta.

* José Afonso de Oliveira é professor e sociólogo em Foz do Iguaçu.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

Quer divulgar a sua opinião. Envie o seu artigo para o e-mail [email protected]

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Professor Afonso

José Afonso de Oliveira é professor e sociólogo em Foz do Iguaçu. E-mail: [email protected] Veja mais conteúdo do autor.