Produto turístico de Foz do Iguaçu

Prof. José Afonso de Oliveira – OPINIÃO

Foz do Iguaçu tem produtos turísticos para oferecer ao mundo, os quais hoje são bastante procurados. Estamos fazendo referência à natureza – que, por aqui, é simplesmente exuberante.

O Parque Nacional do Iguaçu, extrapolando as nossas fronteiras e entrando em território argentino, é um cenário lindo, atualmente preservado pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade. É de rara beleza, um ecossistema preservado com variedades de espécies vegetais remanescentes da Mata Atlântica representando 5% das áreas naturais da Região Sul do Brasil.

Temos ainda grande variedade de espécies animais, sendo algumas que se encontravam em processo de extinção e hoje, graças a um trabalho técnico-científico, estão em aumento de representantes.

Dentro dessa área nativa, de rara beleza, devidamente preservada, temos uma paisagem cênica inigualável em todo o planeta: as Cataratas do Iguaçu – que, quanto mais observadas, mais belas e diferentes elas são vistas. É simplesmente algo inacreditável.

Tanto o lado brasileiro quanto o argentino estão com sistema de atendimento aos turistas dentro das mais rígidas normas de preservação ambiental. Por conta disso é possível fazer toda a visita, incluindo as Cataratas do Iguaçu, com segurança e plena visibilidade.

Os visitantes são recebidos, alojados em sistemas próprios de transporte, atendidos em todas as suas necessidades de uma forma muito boa e bastante eficiente. Nada falta para esse bom atendimento.

Podemos propor, para ampliar e melhorar esse uso, a criação de um centro de pesquisas ambientais, que teria todo o apoio e incentivo da Unila e demais instituições de ensino superior da cidade. Para cá viriam pesquisadores do mundo todo, e vários eventos científicos seriam promovidos, movimentando um significativo contingente de pessoas para a nossa cidade, atendendo aos interesses do segmento turístico/hoteleiro.

Ainda podemos pensar em novas atividades como entrar nas áreas do Parque Nacional que pudessem ser visitadas com trilhas especiais para esse evento, assim como a montagem permitida de acampamentos no interior dessas áreas. Tudo isso, claro, mediante acompanhamento de pessoas especializadas que zelariam pela preservação da área, tanto quanto pela segurança de todas as pessoas.

 

* José Afonso de Oliveira é Professor e sociólogo em Foz do Iguaçu.

________________________________

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

Quer divulgar a sua opinião. Envie o seu artigo para o e-mail [email protected]

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.