Transporte e Bubas – O que tem de ser superado imediatamente

O transporte público é de importância vital para o bom funcionamento dos aparelhos produtivos de uma cidade, para a saúde e o bem estar da população. Foto: Marcos Labanca.

Prof. José Afonso de Oliveira – OPINIÃO

Penso que ao final de mais um ano temos muitas coisas que devem ser pensadas, propostas feitas de superação de situações existentes que prejudicam muitas pessoas.

Em nossa cidade eu vou mencionar duas delas que atingem grandes grupos de pessoas. A primeira faz referência ao nosso precário e muito caro sistema de transporte coletivo.

Sendo isso uma concessão do poder público, é preciso que suas finalidades possam ser muito bem atingidas com ônibus em boas condições de uso, com ar-condicionado, em quantidades suficientes para evitar uma sobrecarga de passageiros, com horários rigidamente obedecidos, de sorte que todos, não apenas uma parte da sociedade, mas todos possam usufruir esse excelente meio de transporte.

Com o crescimento urbano e consequente aumento do número de cidadãos em nossa cidade, é muito importante que o sistema de transporte coletivo possa efetivamente ser reestruturado, pois isso vai também colaborar, muito significativamente, para desafogar o trânsito diariamente em nossas ruas e avenidas. As pessoas poderiam deixar os seus veículos em casa e ir para o trabalho utilizando o transporte coletivo, como é feito em países ricos da Comunidade Europeia.

Requer isso um estudo das condições atuais e, na ausência das melhorias necessárias, uma nova licitação, na qual sejam colocadas essas novas condições para o atendimento das necessidades da população.

Uma outra questão muito preocupante diz respeito à chamada invasão do Bubas como sendo a maior área de ocupação ainda irregular do estado do Paraná, no meio urbano. É preciso a sua regulamentação jurídica e, a partir daí, os benefícios de construção das casas próprias, abertura das ruas e asfaltamento, instalação de sistemas elétricos e de abastecimento de água, instalação de rede de esgoto, praças, escolas, posto de saúde, enfim, dar para as pessoas as melhores condições de vida. Isso tudo pode ser subsidiado por meio de um plano financeiro que possibilite o pagamento por essas pessoas.

Penso que essas duas questões são fundamentais para a melhoria de condições de vida para todos, com transporte e vida urbanizada garantidores de condições humanas e dignas para todos, condizentes com o crescimento econômico que a cidade está vivendo.

* José Afonso de Oliveira é professor e sociólogo em Foz do Iguaçu.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

Quer divulgar a sua opinião. Envie o seu artigo para o e-mail [email protected]

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Professor Afonso

José Afonso de Oliveira é professor e sociólogo em Foz do Iguaçu. E-mail: [email protected] Veja mais conteúdo do autor.