Velocidade nos dias atuais

José Afonso de Oliveira

Vive o mundo hoje uma série de mudanças que estão sendo realizadas a uma velocidade impressionante. Podemos aquilatar isso pensando que a acumulação cultural era realizada cem anos atrás levando já um tempo muito rápido de cem anos.

Atualmente caminhamos dentro do contexto da chamada revolução 5.0, que já está em andamento na China para acumulações culturais que serão realizadas em tempo inferior a 24 horas, ou seja, em alguns minutos.

Ora, isso está proporcionando um ritmo muito acelerado de transformações sociais que são difíceis de serem acompanhadas e que nem sempre são benéficas à sociedade como um todo.

Zygmunt Bauman trabalha o conceito da sociedade líquida, segundo o qual toda essa velocidade produz um efeito muito rápido de mutação, de sorte que a sociedade deixa de ser sólida para se tornar algo líquido. A comparação é muito interessante e bastante pertinente para tudo aquilo que estamos vivendo neste momento.

“Atualmente caminhamos dentro do contexto da chamada revolução 5.0, que já está em andamento na China para acumulações culturais que serão realizadas em tempo inferior a 24 horas, ou seja, em alguns minutos.”

As redes sociais aproximam ou distanciam as pessoas. Aproximam no sentido de ampliação da comunicação, permitindo que o mundo agora globalizado seja menor, mais próximo de todas as pessoas.

Distanciam quando as pessoas se fecham nessa forma de comunicação, não exercendo mais qualquer tipo de contato, relação pessoal, eliminando a possibilidade de uma vida social mais integrada, e optando por um enclausuramento, o que impede, em grande parte, qualquer vivência social.

A realidade é que essas grandes transformações estão agora permitindo a acumulação de capitais em parcelas ínfimas da sociedade, gerando, por outro lado, enorme contingente de pessoas vivendo abaixo da linha de pobreza.

De outra forma, os recursos naturais existentes estão sendo exaustivamente utilizados, já se prevendo a sua exclusão, ao mesmo tempo em que as condições naturais de vida no planeta estão sendo modificadas com graves consequências.

Tudo isso sugere a necessidade premente de mudanças de atitudes, de comportamentos, de modo a produzir e gerar a riqueza, de sorte a ser possível obter melhoria de qualidade de vida para todos, ao mesmo tempo em que as condições de sustentação natural do planeta possam ser também modificadas, permitindo uma vida mais longa e saudável para todos.

Isso só pode ser realizado à medida que todos nós, sem exceção, tenhamos entendido que algumas mudanças são urgentes.

* José Afonso de Oliveira é sociólogo e professor universitário em Foz do Iguaçu.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.