Casos e mortes por covid-19 podem novamente impedir Ciudad del Este de passar de fase

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

Assunção e Ciudad del Este mais uma vez aparecem com maior aumento de casos de contágio comunitário de covid-19, no Paraguai. Dos 116 casos confirmados no Paraguai, no domingo, 34 foram por contatos, 10 do exterior e 72 sem ligação com casos já conhecidos, informa o jornal La Nación.

Em casos comunitários, a maioria é de Assunção (41), seguida de Ciudad del Este (15). Os demais se dividem entre várias localidades, que tiveram entre 1 e 3 casos.

Também no domingo, o Ministério da Saúde do Paraguai informou sobre uma nova morte. O total chega a 41 casos fatais, dos quais 24 ocorreram só no mês de julho. A última vítima é um homem de 87 anos, de Assunção.

Além de estar entre as regiões com maior número de casos, o departamento de Alto Paraná (cuja capital é Ciudad del Este) teve 13 das 41 mortes.

Segundo o Ministério, o Paraguai tem 4.444 casos confirmados desde que o primeiro foi registrado, em 7 de março. Há 45 pessoas internadas, 13 em terapia intensiva. O total de recuperados soma 2.794 pessoas. Há 1.609 casos ativos no país.

Jovens transmissores

A maioria dos infectados no Paraguai está na faixa jovem de idade, de acordo com o jornal Última Hora. “Essa população é a que pode ser o veículo deste vírus e transmiti-lo a nossa população mais vulnerável”, comentou o ministro da Saúde, Julio Mazzoleni. Ele recomendou aos jovens que se cuidem para não transmitir o vírus ao seu entorno familiar.

O relativamente pequeno número de mortes, no Paraguai, e também o menor número de casos graves se deve, justamente, a que a maioria da população do país é majoritariamente jovem.

Na população mundial, a covid-19 se apresenta em 80% dos casos com sintomas clínicos leves, 15% severos e 5% com formas típicas. Mas, no caso paraguaio, houve maior “benevolência do vírus”, diz Última Hora, já que entre 90% e 95% dos casos confirmados apresentaram sintomas leves da doença.

Na fase 3

Voltando a Ciudad del Este, no último dia 20 o governo decidiu que todo o departamento de Alto Paraná continuaria na fase 3 da quarentena inteligente por mais três semanas, até 10 de agosto. O mesmo aconteceu com o departamento Central e Assunção.

Na fase 4 podem funcionar hotéis e setores de turismo, eventos com até 20 pessoas, ofícios religiosos até 50 pessoas e atividades esportivas entre núcleos que já têm constantes contatos, entre outras atividades.

Para mudar para a fase 4, as regiões precisam achatar os números da transmissão, o que está sendo analisado constantemente pelo Ministério da Saúde.

Contágio no trabalho

No reporte de domingo, o Ministério da Saúde informou que foram cosntatados 40 casos positivos em um frigorífico de Assunção e em outros locais de trabalho, segundo o jornal Hoy. O número deve aumentar a partir dos contatos familiares desses funcionários.

Num supermercado de Luque, 63 empregados foram infectados pelo vírus. A eles, se somam 65 contataos desses empregados. Ou seja, como informa o jornal Hoy, são quase 90 infectados num único foco transmissor.

Já no municípiao de San Lorenzo, foram detectados 19 empregados com diagnóstico de covid-19 e outras 55 pessoas estão em quarentena por contato próximo aos positivos

Nas últimas semanas, os contágios no ambiente de trabalho vem aumentando, com o retorno às atividades normais. Antes, os maiores focos eram as reuniões sociais.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.