Dezembro e janeiro concentram 38% dos casos de covid-19 em Foz do Iguaçu

Foram 8,6 mil diagnósticos positivos. Os dois meses também registraram o maior número de mortes pela doença em toda a pandemia.

Enquanto não há vacina para toda a população, o número de casos de covid-19 e de mortes pela doença segue elevado em Foz do Iguaçu. Nos dois últimos meses, em dezembro de 2020 e janeiro deste ano, a cidade teve 8.612 diagnósticos positivos, o que representa 38,5% do total de ocorrências em toda a pandemia, que chegou a 22.360 registros nesse domingo, 31.

Leia também:

Vacina em Foz do Iguaçu: o espetáculo da insensatez

Dezembro apresentou o maior número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus: 4.547. Com 4.065 registros, o mês de janeiro foi o terceiro com a maior quantidade de diagnósticos positivos da doença. Esses dois meses também foram os com mais fatalidades por causa da doença.

Em dezembro, 77 pessoas perderam a vida para a covid-19 em Foz do Iguaçu, e outras 75 faleceram pela mesma causa em janeiro, somando 152 óbitos. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, o município registra 341 mortes atribuídas à doença, índice de letalidade de 1,53%.

Dos 22.360 casos de covid-19 acumulados até 31 de janeiro, 21.299 são de pessoas consideradas recuperadas. Do total de diagnósticos, 11.735 são de mulheres; e 10.625, de homens. A incidência da doença em Foz é de 8.731 casos para cada cem mil habitantes – no Brasil, essa referência é de 4.356, sendo usada como comparativo para cidades e estados.

Diante desses dados, os quais demonstram que a pandemia segue com força no município, vale reforçar a necessidade de cuidados: distanciamento, uso de máscara e higienização com álcool em gel. É importante também fugir das aglomerações e respeitar o toque de recolher instituído pelo Governo do Estado, que proíbe a circulação de pessoas das 23h às 5h, bem como a venda de bebida alcoólica nesse período.

Número mensal de casos e de mortes por covid-19 em Foz (*)

Março: 13 casos e nenhum óbito;

Abril: 36 casos e 2 óbitos;

Maio: 79 casos e 1 óbito;

Junho: 768 casos e 8 óbitos;

Julho: 2.447 casos e 19 óbitos;

Agosto: 1.732 casos e 31 óbitos;

Setembro: 2.173 casos e 42 óbitos;

Outubro: 2.216 casos e 41 óbitos;

Novembro: 4.284 casos e 45 óbitos;

Dezembro: 4.547 casos e 77 óbitos; e

Janeiro de 2021: 4.065 casos e 75 óbitos.

* Dados extraídos do painel diário da Vigilância Epidemiológica; períodos de mortes correspondem ao registro da informação no informe oficial.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.