Lockdown funciona? Separamos alguns gráficos para entender

Com o objetivo de reduzir o número de casos e, principalmente, de internações por covid-19 em Foz do Iguaçu, mais uma vez será adotada a restrição da circulação de pessoas. Mas, afinal de contas, a medida tem se mostrado eficiente?

Para descobrirmos as respostas, fomos em busca dos números para analisar a ação realizada em março. Na ocasião, a medida foi adotada em três fins de semana consecutivos e só foi interrompida para o feriado da Páscoa. Em relação às restrições atuais, ainda não conseguimos fazer uma análise aprofundada, já que elas levam um tempo até surtirem efeito.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Para a comparação levamos em consideração o seguinte período: de 11 de março (dia em que a prefeitura determinou o primeiro fim de semana de restrições) a 3 de abril, véspera da Páscoa, quando a medida passou a não ser adotada. Confira:

Casos Ativos – diminuição de 915 para 487 (- 46,7%)

Casos Confirmados – Média Móvel de Confirmações – diminuição de 268 para 70,86 (– 73,55%)

Ocupação dos Leitos de UTI – diminuição de 100% para 93,6%

Ocupação dos Leitos de Enfermaria – diminuição de 96,63% para 65,17%

Mortes – média móvel aumentou de 5,71 para 9,85 (+ 72,5%)

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Vacy Junior - H2FOZ

Vacy Alvaro é repórter e coordenador dos infográficos do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.