Paraguai registra a primeira morte de uma criança por covid-19

H2FOZ

A imprensa paraguaia noticia com destaque a morte no país da primeira criança por covid-19, depois de duas semanas de internamento na UTI do Hospital Batista, de Assunção. A informação foi dada pelo ministro de Saúde Pública, Julio Mazzoleni.

“Tudo faz supor que se trata de uma complicação bastante rara, mas bem descrita de covid-19. É um quadro que geralmente se produz na sequência (da doença) e que é muito similar a um processo inflamatório conhecido como Kawasaki, no âmbito da reumatologia”, disse o ministro, segundo o jornal Última Hora.

O ministro disse ainda que há várias outras crianças internadas com o novo coronavírus. O informe do Ministério de Saúde indica que mais de 400 crianças entre zero e 9 anos foram contagiadas.

Segundo Mazzoleni, os jovens também precisam se cuidar, porque, embora na maioria das vezes contraiam a versão mais leve do vírus e fiquem até sem sintomas, também estão expostos a casos graves.

A morte da criança, e o fato de haver outras internadas (um menino de 2 anos luta pela vida numa UTI), reforça a incerteza quanto à volta às aulas, de acordo com o ministro. “Voltar às aulas seria um foco a mais de contágio”, disse.

Ele voltou a apelar para que as pessoas cumpram os protocolos sanitários, de distanciamento de dois metros, uso de máscaras, lavar as mãos com frequência e trabalhar em turnos, para conter a pandemia.

“Estamos numa fase difícil, possivelmente as coisas vão piorar antes de melhorar, mas o grau de piora ou o tempo que levaremos para passar pela pior fase vai depender da população”, disse o ministro, segundo o ABC Color.

O Última Hora ouviu o médico  Guillermo Ocampos, diretor do Centro Médico Batista de Assunção, sobre a morte do menino de 11 anos.

Segundo o médico, tudo foi feito para que ele se recuperasse, mas, depois de duas semanas de internamento, os rins foram afetados. Mesmo com hemodiálise, não houve jeito de evitar a morte.

Ele contou que o menino foi recebido em outro centro médico com suspeitas de um quadro respiratório muito grave. Quando veio para o Centro Médico Batista já passou a usar um respirador. Naquele momento, estava afetada a parte pulmonar, mas já havia falhas múltiplas em outros sistemas, disse o médico.

Antes mesmo do resultado do teste de covid-19, já havia suspeitas de que a doença era causada pelo vírus, por isso o tratamento foi feito de acordo com os sintomas.

O garoto era grande e pesava cerca de 50 quilos, disse Guillermo Ocampos, mas “tinha uma alta carga viral”.

Números da pandemia

O último informe do Ministério de Saúde Pública do Paraguai, emitido no sábado, 29, registra o total de 15.873 casos confirmados de covid-19, dos quais 6.998 são ativos e 8.595 recuperados. Há 280 mortes.

O Paraguai tem ainda 262 pacientes internados, dos quais 76 em unidades de terapia intensiva.

 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.