Paraguaia que se recuperou de covid-19 volta a contrair o vírus, diz pneumologista

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

Uma mulher que mora no departamento de Alto Paraná, cuja capital é Ciudad del Este, voltou a ter sintomas de covid-19, um mês depois de ter se recuperado da doença, informa o jornal Última Hora.

O pneumólogo Carlos Pallarolas, do Hospital Regional de Ciudad del Este, informou à rádio Monumental 1080 AM que a mulher fez o primeiro teste no dia 7 de julho, quando apresentava sintomas de covid-19. Deu positivo.
Ela se recuperou e, há oito dias, voltou a se consultar, porque estava novamente com sintomas, como tosse seca e perda de olfato e paladar. Fez novamente o teste.

O resultado saiu na quinta-feira (27) e foi positivo.

Segundo Pallaroras, mesmo que a pessoa já tenha tido a doença, precisa se cuidar para evitar a reinfecção. “Não há sistema que aguente, por isso é importante o cuidado. Se conseguirmos a imunização de rebanho, deve ser de forma lenta, para que os quadros sejam leves”, disse o médico ao jornal La Nación.

Não é o primeiro caso no mundo

Nesta semana, o noticiário internacional trouxe a informação de que um homem de Hong Kong, de 33 anos, havia se recuperado de covid-19, ainda em abril, e viajou à Espanha. Quando voltou, estava novamente com a doença.

Foi o primeiro caso documentado de reinfecção pela doença no mundo, segundo os especialistas da Universidade de Hong Kong.

“Muitos acreditam que os pacientes recuperados do coronavírus têm imunidade contra as reinfecções devido a que a maioria desenvolveu uma resposta baseada em anticorpos netralizantes em soro”, diz o estudo da universidade.

No entanto, “há provas de que alguns pacientes têm níveis decrescentes de anticorpos passados uns poucos meses”.

 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.