As medidas, que ainda não foram publicadas no Diário Oficial, entrarão em vigor neste domingo - Foto: Marcos Labanca

Toque de recolher às 23h e mais fiscalização: medidas anunciadas pela Prefeitura de Foz contra a covid-19

Também haverá suspensão de bailes, confraternizações e atividades esportivas coletivas por 14 dias. Reuniões familiares deverão ter até dez pessoas.

A Prefeitura de Foz do Iguaçu anunciou nesta sexta-feira, 19, medidas destinadas ao enfrentamento da covid-19. A principal delas é a instituição do toque de recolher, a partir das 23 horas, uma hora antes da medida que vigora em todo o estado, por decreto do Governo do Paraná.

Leia também:

Foz tem mais 3 mortes por covid-19; vítimas tinham 62, 79 e 85 anos

Conforme a gestão municipal, a restrições entrarão em vigor a partir do próximo domingo, 21, por 14 dias, e serão detalhadas por meio de publicação no Diário Oficial. As decisões tornadas públicas até o momento, durante entrevista coletiva, são:

– toque de recolher às 23 horas;

– suspensão de bailes, confraternizações e atividades esportivas coletivas;

– limitação de público em atividades religiosas a 30% da capacidade do espaço; e

– limite de dez pessoas para reuniões domiciliares.

As medidas anunciadas pelo prefeito Chico Brasileiro (PSD), de acordo com a Agência Municipal de Notícias (AMN), devem-se ao aumento de casos da doença e da ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais do município. No Hospital Municipal, a ocupação da UTI está em 100%.

Segundo a AMN, a fiscalização será intensificada no município. “A prefeitura aplicará multas tanto ao estabelecimento quanto às pessoas que desrespeitarem os decretos”, disse o prefeito, por meio da agência de notícias da cidade.

Pedidos ao governo federal

A prefeitura informou que requereu ao governo federal a instalação de barreira sanitária na aduana na Ponte Internacional da Amizade. No local “deverá ser exigido das pessoas que entram no Brasil a comprovação da não infecção por coronavírus, por meio do exame de RT-PCR negativo, realizado nas 72 horas anteriores”, reportou a AMN.

À administração nacional, a prefeitura também solicitou a compra de insumos e equipamentos para a abertura de dez novos leitos de UTI no Hospital Municipal.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1174 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ