Spartaco Avelar, representante da MPB em Foz, conta um pouco de suas referências e de seu trabalho autoral

O músico está trabalhando em um projeto autoral, chamado Miranga. Foto: TV Câmara

Spartaco Avelar, músico baiano, veio para a Terra das Cataratas em 1993. Ele é um dos representantes da Música Popular Brasileira no município e o personagem do segundo episódio da série ‘Ritmos de Foz’. Além de tocar canções da MPB, o músico está trabalhando em um projeto autoral, chamado Miranga.

Suas referências vieram da infância, com músicas de artistas como: Caetano Veloso, Chico Buarque, Milton Nascimento, João Gilberto, Djavan, Maria Bethânia, Gal Costa. “São canções que cresci ouvindo na minha casa, com meus irmãos”, revela.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Spartaco Avelar diz que “até 2005, 2008, essa música era bem fortalecida em Foz. Infelizmente, não vejo tanto espaço para MPB. A cidade respirava muito esse tipo de música, eu chegava a tocar de segunda a segunda, em dois lugares só com repertórios da MPB. Infelizmente hoje em dia não vejo mais esse movimento forte”.

(Fonte: Câmara Municipal de Foz do Iguaçu)

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.