Guarani Rock: show em Foz reúne bandas da Argentina, Brasil e Paraguai

José Luiz Pereira, o Zé, músico e um dos organizadores do evento, durante o Marco Zero - Foto: Marcelo Oliveira
Siga a gente no

Na quarta edição, festival neste domingo valoriza música autoral da fronteira; evento celebra 30 anos do Teatro Barracão. Leia o texto e assista à entrevista.

Voltado para a integração do underground na regional trinacional, o 4º Guarani Rock Festival será realizado neste domingo, 19, a partir das 17h, no Teatro Barracão, na Praça da Bíblia. A programação contará com bandas da Argentina, Brasil e Paraguai.

O ingresso é solidário: doação de um quilo de alimento não perecível que será destinado a comunidades iguaçuenses em vulnerabilidade social. O show ainda faz parte da série de atividades que celebram os 30 anos do Teatro Barracão, a serem completados em setembro.

O Marco Zero é um programa conjunto produzido pelo H2FOZ e Rádio Clube FM. Entrevista, opinião, enquete, entretenimento, esporte, cultura e agenda. Todo sábado, das 10h às 12h. Participe do grupo no Whatsapp para receber as novidades. Clique aqui.

Nesta edição, o Guarani Rock valoriza a música autoral, ou seja, as bandas que possuem composições próprias. Entre os grupos que integram o line-up estão Necropsia e Pandiun, da Argentina; Yrivu, do Paraguai; e a representante brasileira, Deceptacon.

“O diferencial deste ano é a preferência pelas bandas autorais”, explicou José Luiz Pereira, o Zé, músico e um dos organizadores do evento independente. Ele foi entrevistado no programa Marco Zero, produção conjunta do H2FOZ e da Rádio Clube FM.

Assista à entrevista:

“A nossa região fronteiriça é rica de bandas underground e que estão apostando cada vez mais”, prosseguiu. “O Guarani Rock é um encontro e um espaço para mostrar, divulgar e fomentar esse trabalho, a música própria, o trabalho artístico e cultural desses grupos”, enfatizou.

O músico e realizador cultural iguaçuense esclareceu a origem do nome e a concepção do festival. “O objetivo é integrar a fronteira e a cultura dos três países. Antigamente, sequer havia fronteiras, era o ‘reinado guarani’, uma região só. Essa ideia de união está no Guarani Rock Festival”, pontuou Zé.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->