Músicos de Foz abrem nesta segunda série de shows pelos 30 anos do Teatro Barracão

Pingo e Spartaco em entrevista no programa Marco Zero - Foto: Marcelo Oliveira/Rádio Clube FM

De graça, apresentações para a comunidade serão todas as segundas-feiras de abril, a partir das 20h, com repertório de música latino-americana e participação de convidado; leia o texto, assista à entrevista.

Presenças constantes nos palcos e na cena cultural iguaçuense, os músicos Jaime “Pingo” Schlogel e Spartaco Avelar abrem nesta segunda-feira, 4, às 20h, uma série de quatro shows gratuitos em homenagem aos 30 anos do Teatro Municipal Otília Schimmelpfeng, o Barracão. O público deve contribuir doando um quilo de alimento, para a Ocupação Bubas.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Assista à entrevista no programa Marco Zero:

A cada espetáculo, Pingo e Spartaco, no violão e percussão, apresentam um repertório de música popular latino-americana instrumental e, na segunda parte da apresentação, recebem um músico convidado. Para a abertura quem comparece é o violonista Renato Fumê, com seu inconfundível repertório que passeia por .

O Marco Zero é um programa conjunto produzido pelo H2FOZ e Rádio Clube FM. Entrevista, opinião, enquete, entretenimento, esporte, cultura e agenda. Todo sábado, das 10h às 12h. Participe do grupo no Whatsapp para receber as novidades. Clique aqui.

Os demais convidados comporão a programação com gêneros que vão do choro ao flamenco, com Julio dos Santos, clarinetista (dia 11), William Nunes, violonista (dia 18) e Fábio del Antônio, flautista (25). O evento independente é realizado com o apoio do Centro de Cultura Popular, Casa do Teatro e Centro de Direitos Humanos e Memória Popular.

Além de violonista, Pingo assina a produção dos shows – Foto: Marcelo Oliveira

“Tenho muito carinho pelo Teatro Barracão, que frequento desde a adolescência, me criei lá”, revela Pingo. “Eu tenho um projeto de música latino-americana, e o Spartaco está fazendo mestrado sobre a música na cidade. Decidimos juntar os projetos, chamar amigos e fazer uma homenagem, uma dedicação nossa ao teatro”, conta o músico, que assina a concepção e direção do show.

Leia também: Iguaçuense promove passeio pela música latino-americana com violão popular

“Meu tema de mestrado é a música iguaçuense e da América Latina. No pré-projeto, falei um pouco do Teatro Barracão”, contextualiza Spartaco Avelar. “Então eu ‘me convidei’ para participar do projeto com Pingo, porque a música do continente me fascina”, contextualiza o artista, que em abril completa 40 anos de atuação profissional em música.

Nos shows, Spartaco Avelar irá tocar percussão – Foto: Marcelo Oliveira

Três décadas de histórias

O Teatro Barracão foi inaugurado em 1992, sendo palco de formação e apresentação de parte considerável dos artistas iguaçuenses. Após alguns anos fechado, em 2010 um grupo de artistas e produtores culturais assumiu a gestão comunitária e colaborativa do espaço. Na ocasião, lançaram a campanha “Fome de Cultura”, que vendeu pizza para arrecadar recursos usados em melhorias no teatro.

O artista Lalan colaborou com seu talento produzindo uma arte exclusiva – Foto: Reprodução
Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.