Argentinos se tocaram: agora, nem PCR é mais exigido na fronteira

Se não tiver fila, o teste de antígeno é rápido. Foto Ministério do Interior da Argentina

Depois de abolir a declaração juramentada, agora foi a vez do PCR. É só fazer (lá) o teste antígeno.

Agora, sim, parece que a Argentina quer a presença dos brasileiros em Puerto Iguazú.

Quem atravessou a fronteira nesta terça pela manhã, se surpreendeu: quem não tem o PCR negativo faz o teste de antígeno ali mesmo, gratuitamente.

O que o setor de Migrações exige é a vacinação completa (duas doses ou dose única, finalizada há mais de suas semanas).

E isso vale para qualquer brasileiro que vá a Puerto Iguazú ou visitar as Cataratas. A Gendarmeria autoriza a passagem pela Aduana somente de veículos particulares.

Ônibus e outros meios de transporte de passageiros, como táxis, ainda não está liberados. Se você for de ônibus até a fronteira, tem que descer, fazer os trâmites e, depois, pegar outro ônibus da empresa argentina.

Mas quem quiser ir a outras cidades, além de Puerto Iguazú, terá que apresentar a declaração jurada.

Observação importante: carteira de motorista não é aceita. Tem que apresentar o RG.

Leia mais: Argentina deixa de exigir declaração juramentada para ir a Puerto Iguazú

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1149 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.