A Polícia Nacional vai controlar a circulação de pessoas, nos horários restritos. Foto Agência iP

Ciudad del Este terá toque de recolher a partir de segunda-feira, 26

Decreto assinado neste final de semana pelo presidente Mario Abdo Benítez determina novas medidas de restrição para conter a pandemia de covid-19. Para 57 cidades em alerta vermelho, entre as quais Ciudad del Este, será adotado o toque de recolher das 20h às 5h, a partir de segunda-feira, 26.

Segundo a Agência IP, outras medidas incluem limitação de eventos a 25 pessoas em espaços fechados, devidamente ventilados, e 50 ao ar livre, com no máximo quatro horas de duração. Em residências, não será permitido que se façam eventos com pessoas de fora.

Ficam proibidas, também, as competições desportivas coletivas. Só as individuais poderão ser praticadas.

Nos restaurantes, dentro do horário permitido, só podem utilizar a mesma mesa quatro pessoas, com distância de dois metros entre as mesas e agendamento prévio. A recomendação é o uso de delivery.

Já as celebrações religiosas se limitam a 25 pessoas, com ventilação adequada, e 50 ao ar livre.

Os comércios poderão funcionar mediante turnos de funcionários e com ambientes bem ventilados.

As cidades em alerta vermelho são: Ciudad del Este, Asunción, Loma Plata, Coronel Oviedo, San José de los Arroyos, Caazapá, Curuguaty, Areguá, Capiatá, Fernando de la Mora, Guarambaré, Itá, Itauguá, J. Augusto Saldivar, Lambaré, Limpio, Luque, Mariano Roque Alonso, Ñemby, San Antonio, San Lorenzo, Villa Elisa, Villeta, Ypacaraí, Ypané e Concepción.

E ainda: San Lázaro, Altos, Atyrá, Caacupé, Emboscada, Eusebio Ayala, Itacurubí de la Cordillera, Piribebuy, San Bernardino, Villarrica, Bella Vista, Cambyretá, Capitán Miranda, Encarnación, Fram, Hohenau, Natalio, Obligado, Yatytay, Ayolas, San Ignacio, San Juan Bautista, Santa Rosa Misiones, Pilar, Carapeguá, Paraguarí, Pirayú, Yaguarón, Ybycuí, Benjamín Aceval e Villa Hayes.

Nas demais cidades, as restrições são menores. A circulação de pessoas, por exemplo, poderá ocorrer das 5h às 23h59.

MORTES E CASOS

Ocupação de leitos hospitalares, em especial de UTIs, está além do limite da capacidade. Foto Arquivo La Nación

O decreto com as restrições tenta conter o avanço da pandemia, que superlota hospitais e provoca muitas mortes diárias.

No informe de sábado, 24, o Ministério de Saúde Pública registrou 87 óbitos, aumentando o total, desde o início da pandemia, ara 5.802 mortes.

Já os novos casos somaram 2.162 nas 24 horas até sábado, elevando o total para 265.296, dos quais 217.655 são recuperados.

O que preocupa muito a Saúde Pública é que há 3.043 paraguaios internados, dos quais 521 lutam pela vida em unidades de terapia intensiva.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 908 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ