PF prende dois e confisca veículos na fronteira com a Argentina

Ação de combate ao contrabando e ao descaminho teve como foco a Ponte Tancredo Neves, entre Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú.

Apoie! Siga-nos no Google News

Agentes da Polícia Federal (PF) em Foz do Iguaçu participaram, na noite de quinta-feira (13), de uma operação de combate ao contrabando e ao descaminho na Ponte Tancredo Neves, fronteira com a Argentina. O trabalho ocorreu em conjunto com a Receita Federal do Brasil, Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) e Polícia Militar do Paraná.

Leia também:
Marca argentina de azeite de oliva está proibida no Brasil

A ação consistiu na abordagem aos condutores de carros e motos que retornavam da cidade de Puerto Iguazú. Como resultado, foram apreendidos dois veículos e três motos carregados com produtos como azeite da marca Valle Viejo (cuja venda está proibida no Brasil), vinho, doce de leite, leite em pó, azeitona, carne e carvão.

Mercadorias apreendidas durante o procedimento na noite de quinta-feira (13). Foto: Gentileza/Polícia Federal
Mercadorias apreendidas durante o procedimento na noite de quinta-feira (13). Foto: Gentileza/Polícia Federal

Houve, ainda, a prisão de duas pessoas em flagrante, pelo crime de contrabando. Os presos foram conduzidos à delegacia da PF para a lavratura do auto de prisão em flagrante. As mercadorias e os veículos foram levados à Alfândega da Receita Federal para os procedimentos fiscais cabíveis.

Certificação

“Cumpre esclarecer que é proibido importar produtos de origem animal que não possuam certificação sanitária e carvão sem licença do órgão ambiental”, informa a PF em nota distribuída à imprensa.

“Ademais, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) editou resolução que proíbe a comercialização do azeite Valle Viejo em virtude de diversos laudos que atestaram que o produto não obedece às características mínimas de qualidade”, complementa o boletim (clique aqui para saber mais sobre a resolução da Anvisa).

Ações na fronteira com a Argentina foram intensificadas desde o início do mês. Foto: Gentileza/Polícia Federal
Ações na fronteira com a Argentina foram intensificadas desde o início do mês. Foto: Gentileza/Polícia Federal
LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.