Presidentes do Paraguai e da Argentina programam encontro bilateral

Economistas de formação, Santiago Peña e Javier Milei terão pela frente temas espinhosos na agenda entre os dois países.

Apoie! Siga-nos no Google News

Os presidentes do Paraguai e da Argentina, Santiago Peña e Javier Milei, terão um encontro bilateral, preferentemente ainda no primeiro trimestre de 2024, para tratar de temas urgentes nas relações diplomáticas e econômicas entre os dois países.

Leia também:
Inflação de 2023 no Paraguai fecha em 3,7%

Em dezembro, Peña esteve em Buenos Aires para a posse de Milei, ocasião na qual breves diálogos foram mantidos. A intenção, agora, é aprofundar o debate sobre assuntos como o polêmico pedágio implantado pela Argentina na hidrovia do Rio Paraná, que corre o risco de ser levado aos tribunais internacionais.

“Estamos trabalhando para retomar muitos temas, como a questão da venda da energia na hidrelétrica binacional de Yacyretá [a Argentina acumulou dívidas em 2022 e 2023], a navegação da hidrovia dos rios Paraguai e Paraná e uma série de projetos compartilhados”, afirmou Peña, durante visita à cidade paraguaia de Pilar, que faz fronteira com a Argentina.



Um dos projetos compartilhados é a construção de uma ponte sobre o Rio Paraguai, ligando Pilar à localidade argentina de Puerto Cano.

“Já conseguimos estabelecer o financiamento, que será de foco binacional, junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe. Estamos muito entusiasmados com o possível avanço do projeto”, disse Peña.

A data e o local da reunião entre os dois presidentes, possivelmente na Argentina, ainda estão sendo definidos pelos respectivos ministérios das Relações Exteriores. O Paraguai ocupa, atualmente, a presidência semestral do Mercosul.

LEIA TAMBÉM