Country Clube: 60 anos de boas memórias

Hoje não é uma sexta-feira como outra qualquer, pois o Country Clube de Foz do Iguaçu está comemorando nada mais, nada menos que 60 anos de vida.

São muitas histórias vividas e nunca esquecidas, lembranças únicas que habitam o coração dos moradores e ex-moradores da nossa cidade.

Apesar da concorrência com os condomínios e quadras particulares, que reduziu a receita de todos os clubes, o Country sobreviveu, está revitalizado e com as contas em dia.

Mas antigamente não havia muitas opções…


“O Country Clube surgiu, justamente, pela falta de alternativas, não havia muitos lugares para se jogar tênis”, disse Osvaldo Damião, um dos fundadores do clube.

No final dos anos 1950, só havia uma quadra na cidade que ficava nos fundos do antigo Hotel Cassino, comandado por José Acelyno de Castro.

“Era lá que nós jogávamos, até que um dia o senhor Castro proibiu o uso da quadra, que seria usada para secar os lençóis do hotel”, completou Damião.

Foi então que um grupo de amigos começou a sonhar com a sua própria quadra e, mais tarde, percebeu que poderiam sonhar em criar um clube próprio.


Na opinião de Antônio Ferreira Damião (o primeiro presidente do clube), só a quadra de tênis não atrairia muitos interessados.

“No calor de Foz, era estratégico que um eventual clube tivesse, além da quadra, uma piscina para atrair associados”, afirmou.

E assim foi feito. Com muito suor, conseguiram recolher 98 assinaturas de cidadãos iguaçuenses, unidos pelo sonho de fazer parte desse clube.

Então, na data de 28 de maio de 1961, após uma reunião no Colégio Bartolomeu Mitre, foi fundado o Country Clube de Foz do Iguaçu.


Com 50 mil cruzeiros no bolso, a diretoria iniciou uma busca criteriosa pelo local que abrigaria a primeira sede social do clube .

O saudoso Dr. Saulo Ferreira soube que um argentino estava vendendo um grande lote acima do Rio Boicy. E, com a autorização dos sócios, esse terreno foi adquirido.*

Vale a pena destacar alguns “causos” interessantes encontrados nas atas antigas do clube:

– Em maio de 1962, aconteceu o primeiro baile do Country. Foi na sede do Grêmio Olavo Bilac (hoje o Gresfi), pois o clube não tinha uma sede própria.

– Em junho de 1962, foram enviadas cartas para todos os madeireiros da região solicitando a doação de tábuas para a construção da sede social.

– O responsável pela obra, Waldemar Rodrigues, também construiu o Oeste Paraná Clube, a Santa Casa e o Casarão onde hoje é o Fozhabita.


– Em janeiro de 1963, a piscina foi concluída. Um projeto do engenheiro Elgson Ribeiro Gomes, que usou o mesmo trator da construção do novo aeroporto, na Rodovia das Cataratas.

– Em fevereiro de 1963, é autorizada a confecção das carteirinhas em Curitiba, para que os sócios pudessem curtir o primeiro verão na piscina.

– Em dezembro de 1967, a diretoria adquiriu uma linha da antiga Telefônica Iguaçu Limitada.

– Em 1968, é assinado o convênio com clube Santa Mônica de Curitiba.

Entre outros.

Apesar do patrimônio físico, é possível que a maior riqueza do Country Clube sejam os seus associados, ou ex-associados, que lhe deram vida.


Não dá para esquecer os carnavais que marcaram época, os bailes de debutantes que vestiam o clube de branco uma vez por ano, como um conto de fadas.

Sem falar das gincanas solidárias, dos maravilhosos jantares dançantes, do Festival do Morango, da Rainha das Piscinas, da Festa do Sorvete…

É a hora de agradecer os “ecônomos” que passaram pelo clube, como Dorinha Pires, Olímpio Rafagnin, Dona Inês, Genaro Farina.

E homenagear desportistas, como o Mauri Rodinski, do basquete; o Cláudio Giovenardi, do futsal; o Nami, do tênis; o Brizuella, a Neiva Pires, o Ronconi, o Elias Barudi, o Celso Ruschel.


Já no judô, o Juan Carlos Riveros (o Caco) e o Jair Fraga deixaram sua marca na história.

No futebol, o time dos “Choupins FC” domina os gramados. É a turma do Talel, Valduga, Majed, Valdir, Hélio, Dr. Cury, Lúcio, Nasser, Paulão Japonês, Danilo, Esoani Portes, Jair, Tchê Tchê.

Além dos inesquecíveis Chico Cachorro, Mahmud, Itamar, Ricardo Ojeda e Casquinha…

Desde 2005, o clube vem sendo administrado por uma equipe competente, liderada pelo presidente Magalhães, juntamente com a poderosa Sônia.**

E para celebrar seus 60 anos, o clube está preparando um resgate histórico das suas memórias, que será feito na sua fan page.

Sigam a página! www.facebook.com/fozcountryclube/

Parabéns, Country Clube, pela sua melhor idade!

——————————————–

*Com uma área de 75.000m² densamente arborizada, é o segundo “pulmão verde” da cidade, ficando atrás apenas do batalhão.

**Uma menção honrosa a alguns ex-presidentes: Sílvio Cury, Narciso Valiati, Anibal Soley, Tibiriçá, Inaudi Savaris, Antenor de Melo, Emerson Wagner e Washington Teixeira. E aos dedicados diretores, como Sérgio Lobato Machado, Eneas Marussi, Rita Araújo, Gilmar Main, entre outros.

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Marcos Kidricki Iwamoto - H2FOZ

Marcos Kidricki Iwamoto é economista e colaborador do H2FOZ E-mail: [email protected] Veja mais conteúdo do autor.

Marcos Kidricki Iwamoto - H2FOZ tem 7 posts e contando. Ver todos os posts de Marcos Kidricki Iwamoto - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.