Vídeo viaja no tempo e mostra como era o turismo em Foz, em 1965

A extinta Varig trazia os privilegiados passageiros a Foz. O avião pousava numa pista simples. Foto: Captura de tela
Siga a gente no

Com passagens aéreas caras, pouca gente tinha o privilégio de conhecer as quedas d´água, diz o texto. Ainda não havia a BR-277 (ou BR-35, na época).

Nos anos 1960 e até na década de 1970, existiam os cinejornais, apresentados em cinemas Brasil afora, antes do filme em cartaz. Era assim que muitos brasileiros conheciam um pouco mais do Brasil, em texto e imagens.

Este vídeo, de março de 1965, foi produzido pela assessoria de imprensa do governo federal, à época, para mostrar a inauguração da Ponte da Amizade, com o encontro dos então presidentes Castelo Branco, do Brasil, e Alfredo Stroessner, do Paraguai.

O texto é curioso e muito bom, porque mostra que Foz, então com 15 mil habitantes, recebia poucos turistas. Só havia “um pequeno aeroporto” (onde hoje é o Gresfi, na Avenida Juscelino Kubitscheck) e ainda não existia a BR-277, que seria inaugurada apenas em março de 1969, exatamente quatro anos depois da entrega da Ponte da Amizade.

Se hospedar bem, em Foz, era luxo para poucos. O filme mostra o Hotel das Cataratas, dentro do Parque Nacional do Iguaçu, e diz que ele proporcionava “elevadas condições de conforto. E preços, também”.

O vídeo foi enviado ao H2FOZ pelo jornalista Jean Féder, de Curitiba.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->