Temperatura em Foz não bateu recorde. Ficou “só” em 40 graus. Mas umidade do ar é crítica

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

Tivemos paciência. Desde cedo o H2FOZ acompanhou a trajetória do sol, as nuvens que iam e vinham e, principalmente, a elevação progressiva da temperatura.

Às 6h, antes mesmo de o sol nascer, já fazia 24 graus, uma boa temperatura para uma estação amena, como deveria ser a primavera – ou o outono, nos dias melhores. Mas não de manhãzinha.

Foi subindo, subindo, e ao meio-dia fazia 35 graus. Ou, como grafaremos daqui pra frente, 35°C.

Chegaria aos 44°C previstos pelo Instituto Nacional de Meteorologia, o que faria desta quinta-feira, 1º, o dia mais quente da história de Foz?

Relembre: Você acha que faz calor? Então, prepare-se: amanhã teremos o dia mais quente da história!

Claro que a gente fez a ressalva, veja na matéria do link.

Dos cinco sites que consultamos antes de divulgar a previsão, apenas o Inmet batia nos 44°C (veja a ilustração). Havia previsão de máximas de 37, 38, 40 e 41°C.

O Inmet foi o que passou mais longe. Felizmente! Às 14h, consultamos a temperatura nos sites Climatempo e AccuWeather: 39°C.

Às 15h, voltamos a consultar: 39°C. Era a mesma previsão das 14h.

É que ambos os serviços recolheram a informação de suas estações meteorológicas nesse horário, e não foi atualizada.

Mais um serviço na lista

No site da Sonar Meteorologia, os 40°C., por volta das 16h.

Como às 16h ainda continuava em 39°C, apelamos para um quinto serviço de meteorologia, o da Sonar. Não deu outra: “atualizado há 10 minutos”, o portal informava que a temperatura em Foz estava cravada em 40°C.

Durante períodos de calor, como vivemos, a parte mais quente do dia é geralmente entre 15h e 16h30, dependendo da cobertura de nuvens e da velocidade do vento.

Então, uma salva de palmas para o AccuWeather, único a acertar na mosca.

Alerta para umidade baixa

Foz no mapa da secura do Inmet.

O Inmet não acertou nos 44°C, mas em seu site divulga um alerta importante: a baixa umidade do ar, em Foz do Iguaçu, indica perigo para a saúde.

O alerta, que começou às 13h desta quinta-feira, diz que a umidade relativa do ar está variando, nesta tarde, entre 20% e 12%.

Avisa o Inmet: “risco de incêndios florestais e à saúde. Ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz”.

Recomendações: beba bastante líquido; atividades físicas não são recomendadas; evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia; use hidratante para pele e umidifique o ambiente.

Só pra lembrar, umidade tão baixa assim só ocorre, normalmente, no deserto do Saara, onde chove por ano entre 30 e 100 milímetros.

E também no deserto do Atacama, no Chile, o mais quente e seco do mundo. Depois de séculos, chegou a chover no Atacama, em novembro de 2018. A chuva provocou a extinção de 16 espécies diferentes de micróbios antigos, o que é péssimo para a vida natural da região.

Final de semana

Nesta sexta, 2, a previsão pouco muda. Não muda também a beleza do céu e do sol ao amanhecer. Foto Patrícia Iunovich

Pois é, e o calorão, somado à umidade relativa do ar muito baixa, prossegue nesta sexta-feira, 2.

O Inmet insiste que a máxima será de 44°C. Até a mínima prevista já é de um bom dia de calor: 28°C.

Simepar: mínima de 20 e máxima de 37°C.

AccuWeather: igual à previsão desta quinta, mínima de 23°C e máxima de 40°C.

Climatempo: mínima de 24 e máxima de 41°C.

CPTEC/Inpe: mínima de 22°C e máxima de 38.

As temperaturas acima – e até bem acima de 30°C, quase sempre perto dos 40°C – prosseguem no sábado, no domingo, na segunda… Por toda a semana que vem.

O AccuWeather costuma dar a caracteristica do tempo: nos próximos dias, temperatura “muito quente”. No domingo, 4, “sol abrasador”.

Quanto às chuvas, só o Climatempo prevê pancadas na sexta e no sábado, à noite. Provavelmente do tipo que ocorreu na terça-feira, 29: uma chuva tão rala e tão rápida que até quem viu não acreditou.

Chuvas semelhantes são previstas pelo CPTEC/Inpe, a partir de quinta-feira.

Pro AccuWeather e Simepar, simplesmente não vai chover por um loooongo período.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.