H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Cláudio Dalla Benetta - H2FOZ

Avenida dos postes ganha mudas de árvores no canteirinho central

 Avenida dos postes ganha mudas de árvores no canteirinho central
Num trecho da avenida foram plantadas 235 árvores no canteirinho central. (Foto: CDB)

A Avenida Felipe Wandscheer, a "avenida dos postes" e do canteiro central "infantil" (é minúsculo), vai ficar de cara nova. O plantio de árvores no tal canteiro já está quase concluído.

O que se espera é que tenham sido escolhidas espécies que não fiquem muito altas - pra não atingir os fios de média tensão - nem pesadas, pra que o canteirinho as aguente.

A secretária de Meio Ambiente, Ângela Meira, garante que sim. Segundo ela, foram plantadas 235 mudas de extremosas numa parte da Avenida Felipe Wandscheer, já com 1,80 de altura e com espaçamento de 6 metros, "ideal para o plantio em ruas com fiação elétrica, atendendo assim às diretrizes de arborização urbana e de iluminação pública”, segundo ela.

Pois fomos aos sites especializados em plantas. E a extremosa (ou resedá), cujo nome científico é Lagerstroemia indica, é de fato uma das 25 árvores que podem ser plantadas sem destruir a calçada ou prejudicar a fiação elétrica.

Muito utilizada na arborização urbana, floresce rapidamente, é decídua (isto é, numa época do ano perde suas folhas, geralmente no inverno) e é tolerante a podas drásticas. Ela atinge até 8 metros de altura.

Esta é a extremosa. Não quebra calçada, não prejudica a fiação e ainda aceita podas frequentes. Foto site Plantei

Essas árvores vão conseguir a proeza de reduzir o efeito visual dramático do asfalto dividido por um canteirinho cheio de postes, um atrás do outro, a curta distância. 

Para pedestres

Duplicada, a avenida ficou bem melhor. Os motoristas não reclamam. Tem ciclovias, ainda pouco utilizadas, mas tem. E tem calçadas para pedestres, que não são uma maravilha, mas pelo menos agora permitem que se percorra trechos a pé com certo conforto.

O conforto poderia - e deveria - ser maior, com o plantio de mudas de árvores também nos canteiros laterais. Tem espaço, entre a ciclovia e a calçada, desde que sejam escolhidas as árvores certas, daquelas que não criam raízes rompe-tudo e que deem sombra. 

Por enquanto, fiquemos na torcida pelas extremosas, porque os vândalos amam destruir tudo o que é ou que pode ficar bonito.

Outro ângulo da Felipe Wandscheer com as mudas de extremosas. Foto CDB

Meta

A Secretaria de Meio Ambiente pretende plantar, até o final do ano, 20 mil mudas de árvores nas ruas e avenidas de Foz. Até agora, 4,5 mil já foram plantadas.