H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Assessoria

Campanha de Itaipu vai mostrar o que mudou na empresa, na atual gestão

Campanha de Itaipu vai mostrar o que mudou na empresa, na atual gestão

Começa a ser exibido a partir deste domingo, 20, o novo filme institucional de Itaipu nas emissoras de tevês e demais veículos de comunicação.

Com o slogan, “Novos Tempos. Muito mais Energia”, a campanha mostra uma mudança de cultura da empresa e terá desdobramentos em várias peças publicitárias, como spots de rádios, anúncios de jornais, outdoors e mídias sociais, entre outras.

“Novos Tempos. Muito mais Energia” representa um marco da nova administração do diretor-geral brasileiro, Joaquim Silva e Luna, que adotou uma reestruturação organizacional com cortes em gastos não essenciais para investir em obras estruturantes que deixem legado para a população.

O filme

O texto do filme sintetiza em 30 segundos essa nova Itaipu. O roteiro diz: "Quando uma empresa transforma água em energia e energia em desenvolvimento, ela também se transforma: fica mais eficiente, mais transparente e sustentável. Uma Itaipu todos os dias: que gera o melhor para a sociedade, o melhor para o meio ambiente, o melhor para o Brasil e o Paraguai. E o mais importante: a melhor energia para todos nós. Itaipu Binacional. Novos Tempos. Muito mais Energia".

A criação da campanha foi feita pela agência Heads seguindo briefing da Comunicação Social de Itaipu. A produção do vídeo ficou a cargo da produtora Fantástica Filmes, vencedora de vários prêmios.

Todo o conceito da campanha foi desenvolvido levando em consideração as mudanças adotadas por Joaquim Silva e Luna, que está há quase oito meses à frente do comando da empresa.

Economia

Nesse período, a política de reestruturação da gestão de Itaipu gerou uma economia de mais de R$ 600 milhões. Esse valor inclui desde o corte de gastos não essenciais no dia a dia, como compra de passagens aéreas e deslocamento de empregados, até a redução do orçamento de 2020, algo em torno de R$ 218 milhões.

Esse saldo positivo equivale ao total de investimentos que Itaipu fará nos próximos três anos em obras estruturantes, como a Ponte da Integração Brasil- Paraguai, entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco, uma das mais esperadas pela população, bem como a Perimetral Leste, e a modernização e ampliação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, um dos mais importantes do Sul do País, que atende pacientes do SUS e tem, entre suas especialidades, o atendimento especializado em câncer.

Além disso, está investindo em obras no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, como na ampliação da pista de cargas e na duplicação do acesso e, agora, também nas obras que vão ampliar a pista de pouso e decolagem do terminal.

A pista atual é hoje um dos principais gargalos que impedem a cidade de concorrer com grandes destinos turísticos e atrair voos internacionais da Europa e Estados Unidos.

As mudanças adotadas são um reflexo de uma série de medidas adotadas com total transparência em consonância com as diretrizes do presidente Jair Bolsonaro, com base nos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

Patrocínios

Um dos casos mais emblemáticos de redução de custos foi com patrocínios. As ações e atividades patrocinadas que não tinham aderência à missão da usina foram cortados. A gestão Silva e Luna deu prioridade aos patrocínios que deixem legado para a população.

X