H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Cataratas do Iguaçu serão destaque em missão do Brasil e Argentina na China

Cataratas do Iguaçu serão destaque em missão do Brasil e Argentina na China
Iniciativa de divulgação na China enfatiza as Cataratas do Iguaçu (Foto: Divulgação )

As Cataratas do Iguaçu estarão no foco principal da missão inédita entre o Brasil e Argentina na China no mês de maio. A ação mobiliza organizações governamentais e não-governamentais dos dois países, entre elas os ministérios do Turismo brasileiro e argentino, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e a INPROTUR (Instituto Nacional de Promoción Turística), a Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu e o Iturem (Ente Municipal de Turismo de Iguazú), o Instituto New7 Wonders e a Itaipu Binacional.

O Iguassu Convention & Visitors Bureau e o Iguazú Convention Bureau também estão empenhados em atrair os viajantes chineses, que são mais de 130 milhões. A principal estratégia do Brasil e Argentina é promover as Cataratas, atrativo compartilhado entre ambos e uma das sete maravilhas da natureza do mundo.

No projeto de promoção conjunta, as instituições estarão na ITB China, uma das principais feiras de turismo do país. No evento, estandes do Brasil e da Argentina darão destaque às Cataratas do Iguaçu e elas também estarão no espaço exclusivo do Instituto New7Wonders. A missão participará de roadshows em Pequim, Xangai, Cantão e Hong Kong, consideradas as principais emissoras de turistas chineses.

Durante a viagem, prevista para ocorrer entre os dias 14 e 23 do próximo mês, o Instituto New7Wonders realizará um ato para celebrar a irmandade entre as Cataratas do Iguaçu e as Muralhas da China, considerada também uma das maravilhas do mundo. O termo prevê a cooperação técnica e troca de experiências no que diz respeito à administração de infraestrutura dos atrativos.

Geração de negócios

Além do caráter institucional, o propósito é fomentar a comercialização do Destino Iguaçu na China e, com isso, gerar mais negócios. Assim, as empresas mantenedoras do Iguassu CVB podem participar para apresentar os atrativos e a infraestrutura.

“Nessa ação vamos abrir o mercado, pois a China tem um potencial enorme e a natureza e turismo de aventura são alguns dos motivos preferidos pelos chineses para escolher o destino de viagens e é justamente por isso que todo o trade turístico está convidado a participar dessa missão”, diz o presidente do Iguassu CVB, Jaime Nascimento. Ele explica que não há custos para esses eventos, cada empresa deverá arcar somente com as despesas da viagem.

Perfil

O mercado chinês corresponde a 130 milhões de pessoas, porém, hoje, menos de 1% de turistas viajam para a América do Sul. Uma das razões é que voos diretos para a América Latina são praticamente inexistentes, o que caracteriza a desconexão entre as regiões. Uma das estratégias da promoção conjunta é iniciar a captação de voos diretos entre China e Brasil e Argentina.

O número de passaportes está previsto para chegar a 150 milhões até 2025. O perfil do turista chinês é predominantemente jovem. Dois terços deles pertencem aos chamados millennials, entre 15 e 35 anos. Estima-se que 74 milhões de universitários se juntarão na próxima década ao turismo emissivo.  Outra característica é de que eles são gastadores. A despesa média de viagem é de US $ 1.400, o que equivale a aproximadamente R$ 4.800.

(Iguassu Convention & Visitors Bureau)