H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: H2FOZ e Assesoria

Depois do IPVA, vem agora outra dor no bolso: o IPTU já pode ser consultado

Depois do IPVA, vem agora outra dor no bolso: o IPTU já pode ser consultado

Não tem escapatória: primeiro vem o IPVA, depois o IPTU e logo a seguir tem o acerto com o leão da Receita Federal. Todo o ano é a mesma rotina.

Sobre o IPVA, é só lembrar que começou a ser recolhido na segunda-feira, 20. Tem que imprimir no site da Secretaria da Fazenda e pagar em qualquer banco, este ano.

Calendário e tudo mais você confere no site da  Secretaria da Fazenda.

Agora, o IPTU

A Prefeitura informa que já está disponível em seu site a consulta ao imposto. O vencimento da primeira parcela ou da cota única é 9 de março.

Os contribuintes poderão pagar o tributo em parcela única com desconto de 10% ou em até nove parcelas. Veja no site.

Ao contrário do IPVA, o IPTU vai chegar pelo Correio, pelo menos a cota única e a primeira parcela do imposto. As demais parcelas deverão ser impressas no site da prefeitura.

Quem quitou à vista o IPTU em anos anteriores, agora tem direito ao desconto progressivo.
 
Pagamento

O pagamento poderá ser feito nas casas lotéricas para valores até R$ 2 mil e nos guichês da Caixa Econômica Federal para valores até R$ 10 mil. Nos demais bancos credenciados o pagamento só pode ser feito via meio eletrônico para qualquer valor, conforme determinação do Banco Central do Brasil.

Parcelamento automático

A opção pelo parcelamento se dá pelo pagamento da primeira parcela, que poderá ser feito em até nove vezes, desde que o valor de cada parcela não seja inferior a uma Unidade Fiscal de Foz do Iguaçu (UFFI), que é de R$ 87,08.  

Desconto progressivo

Os contribuintes que efetuaram o recolhimento integral da parcela única do IPTU nos exercícios anteriores serão beneficiados com a bonificação de desconto progressivo previsto pela legislação municipal. O desconto varia de 2,5% - para um ano – até 15% para até – seis anos consecutivos.

Investimentos

A expectativa em 2020 é arrecadar cerca de R$ 80 milhões. Os recursos serão investidos em diversas obras de pavimentação, drenagem, construções e reformas de escolas, além da implantação de áreas de lazer, conforme solicitado pela população durante as edições do Orçamento Participativo em 2019.

X