H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Faixas de pedestres atravessam a lógica em Foz do Iguaçu

Faixas de pedestres atravessam a lógica em Foz do Iguaçu
Faixas de pedestres pintadas na Rua Airton Moreira, no Conjunto Libra. (Foto: Marcos Labanca)

* Alexandre Palmar
Fotos e vídeo: Marcos Labanca

A pintura de faixas de pedestres em locais peculiares neste mês tem intrigado moradores de Foz do Iguaçu. Após a polêmica faixa pintada numa rua sem saída no Jardim Petrópolis (Região Norte), eis que surgem várias pinturas duvidosas no Conjunto Libra, na Região Leste da cidade.

VÍDEO

As faixas foram pintadas ao longo da Rua Airton Moreira em pelo menos três esquinas com ruas transversais: Rua Jordão, Rua Piraí e Rua Iapó. O problema é que as faixas levam em direção a um enorme lote baldio, cercado por arame, como é possível verificar nas imagens aéreas produzidas pelo repórter fotográfico Marcos Labanca, do H2FOZ.



Além da cerca no referido trecho, não há calçada do outro lado da Rua Airton Moreira. E o pior: onde poderia ter a calçada, o chão está todo tomado de mato. Para completar, na Rua Airton Moreira, esquina com Rua Jordão, há uma faixa que leva a um bueiro com tampa solta.



O portal relatou a situação à Assessoria Especial de Comunicação Social, a qual justificou que a pintura de faixas nesses locais atende ao projeto de recape asfáltico, ao Código de Trânsito e ao preconizado pelo Conselho Nacional de Trânsito. Veja abaixo as perguntas da reportagem e respostas da prefeitura.

H2FOZ - A pintura dessas faixas está correta levando em consideração os problemas apontados? 
Prefeitura -
A Rua Airton Moreira, no Conjunto Libra, foi uma das primeiras ruas a serem totalmente recuperadas em uma ação do Governo Municipal, com financiamento do Paraná Cidades. Essa ação atende a 54 ruas em 17 bairros, num total de 204 mil metros de recape asfáltico. Para que esse projeto receba o financiamento do governo estadual ele precisa conter em seu escopo toda a sinalização horizontal de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e as deliberações do Contran. Portanto, sim, a pintura de faixas nesses locais atende ao projeto, ao código de trânsito e ao preconizado pelo Conselho Nacional de Trânsito.

H2FOZ - Por que pintar faixa em rua que termina num terreno baldio, cercado por arame e cuja “área” da calçada está tomada por mato?
Prefeitura -  
O fato do terreno do outro lado da rua ainda não possuir a calçada adequada não exime a necessidade da execução da sinalização, ao contrário disso, sugere que a fiscalização fazendária notifique os proprietários para que façam as adequações de seus imóveis ao código de posturas do município e sejam responsáveis pela calçada e limpeza do terreno. 

H2FOZ - Por que pintar faixa de pedestre na Rua Airton Moreira, esquina com Rua Jordão, sendo que a faixa leva a um bueiro aberto?
Prefeitura -
Quanto ao bueiro da esquina das ruas Airton Moreira e Jordão, o mesmo, bem como todos os demais dessa região, receberam limpeza, manutenção e tampas novas no dia 6 de fevereiro de 2018. A Secretaria de Obras ainda não havia sido notificada dessa nova demanda. 

H2FOZ - Em média, quanto custa a pintura de cada sequência de 6 faixas (de um lado a outro de uma rua padrão do bairro Libra)?
Prefeitura -
Conforme o explicado anteriormente, a pintura dessas faixas faz parte de um pacote de obras licitado em 2017, a estimativa é que cada aplicação de cada faixa de trânsito nesses moldes tenha o valor aproximado de R$ 200,00.

* Alexandre Palmar é jornalista e editor do Portal H2FOZ.