H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Cláudio Dalla Benetta - H2FOZ

Graças a estudantes brasileiros, Ciudad del Este pode ser declarada "cidade universitária"

Graças a estudantes brasileiros, Ciudad del Este pode ser declarada
Só o número de instituições de ensino superior já justificariam o título. Mas há ainda a questão econômica.

Graças em especial ao grande número de estudantes brasileiros - entre 15 mil e 20 mil, só nos cursos de Medicina -, Ciudade del Este pode ganhar o título de "cidade universitária e polo de desenvolvimento acadêmico regional".

Este foi o pedido apresentado nessa semana à Câmara Municipal, em audiência pública, por setores da comunidade. Eles dizem que, economicamente, o ensino representa um grande negócio para a cidade, por isso pedem que isso também seja considerado como justificativa.

Os representantes do setor de educação instaram para que a Agência Nacional de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (Anaes) e o Conselho Nacional do Ensino Superior (Cones) busquem a regularização das universidades e que a biblioteca municipal ganhe mais estrutura, com adequação arquitetônica, funcionamento 24 horas e melhoria de conexão à Internet.

Os representantes do setor educacional Rigoberto Chamorro, Alcides Ramírez e José Luis Guggiari apresentaram o projeto informando que a presença de brasileiros significa um importante movimento de divisas.

"Está sendo desenvolvido um novo eixo econômico: a presença de estudantes de Medicina. É importante que aproveitemos isso para converter a cidade em universitária, cultural e econômica", disse Ramírez.

Entre os pedidos para que se concretize a proposta, está o de que a municipalidade, com apoio da Itaipu Binacional e do governo nacional, construa um hospital-escola, administrado pela Faculdade de Medicina da Universidad Nacional del Este.

Pedem, ainda, criar a secretaria de assistência ao estudante e facilitar as gestões com as instituições do Estado para que os estudantes possam regularizar sua situação de residência.

Fontes: Última Hora e La Clave