H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Cláudio Dalla Benetta - H2FOZ

Itaipu pede ajuda do governo para combater devastação de matas nativas de suas reservas no Paraguai

Itaipu pede ajuda do governo para combater devastação de matas nativas de suas reservas no Paraguai
Todos os dias, os guardas florestais de Itaipu encontram as marcas da devastação feitas por invasores de área protegida. (Foto: Itaipu Paraguai)

H2FOZ - Cláudio Dalla Benetta

A Itaipu Binacional, margem paraguaia, pediu a intervenção urgente do Ministério do Interior do Paraguai no sentido de combater a devastação de vastas áreas de mata nativa na região de Puerto Índio, a 110 km de Ciudad del Este.

Segundo a usina, há vários meses as matas nativas de Itaipu, "essenciais para a conservação de sua matéria-prima (a água), vêm sendo objeto de ocupação irregular, devastação e danos ambientais incalculáveis, por parte de terceiros".

Os guardas florestais de Itaipu encontram, em suas andanças, árvores nativas derrubadas, queima de mata, instalação de moradias precárias e presença de pessoas estranhas na área protegida da usina.

A Diretoria de Coordenação Executiva de Itaipu já tomou a iniciativa de reforçar o monitoramento e o patrulhamento do local, enquanto a Diretoria Jurídica apresentou denúncia ao Ministério Público.

A enorme clareira já feita na área protegida de Itaipu. Foto Itaipu Paraguai

Agressividade

Mas, mesmo com a presença reiterada dos guardas florestais, diz o informe de Itaipu, os invasores não desistem e estão cada vez mais agressivos, "representando inclusive um perigo para a integridade física dos empregados que resguardam os limites das áreas protegidas".

É por isso que Itaipu "pede a urgente e imediata intervenção do Ministério do Interior, para salvaguardar a vida dos guardas florestais da binacional, assim como para deter o avanço da devastação das matas nativas".

Pede, também, "a presença permanente da Polaícia Nacional na área em conflito" e, para isso, porá à disposição recursos em matéria de infraestrutura e apoio logístico.

Por fim, "a Itaipu Binacional insta a todos os setores a proteger as matas nativas, tendo em conta que são verdadeiros pulmões, fundamentais pra proteger a biodiversidade do planeta e combater o aquecimento global".

Os invadores, além da destruição, são agressivos e representam ameaça aos empregados de Itaipu que cuidam da área. Foto Itaipu
Veja Também