H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Mal começa uma manifestação em Ciudad del Este, duas pessoas são presas

Mal começa uma manifestação em Ciudad del Este, duas pessoas são presas
A polícia desmontou a barraca onde estavam os dois manifestantes detidos com rojões. (Foto: Última Hora)

As manifestações voltaram, em Ciudad del Este. Mas, agora, há um acordo assinado pelos sindicatos e associações para limitar as marchas de forma a não prejudicar os locais de comércio e a Ponte da Amizade.

Um forte policiamento cerca toda a área, justamente para cumprir o que foi prometido.

Nesta quarta, antes mesmo de iniciar a manifestação, duas pessoas foram presas. Elas formam parte do grupo de cidadãos convocados a uma nova jornada de protestos para exigir a renúuncia do presidente Mario Abdo Benítez e do vice, Hugo Velázquez.

Segundo fontes da polícia, eles lançaram rojões contra os policiais que estão acompanhando a manifestação, que começou de madrugada. Em poder deles, a polícia apreendeu 13 caixas de rojões. Também foi apreendida a barraca que haviam instalado na rotatória da Mona Lisa.

Os manifestantes - um grupo pequeno - começaram a se reunir no local às 3h da madrugada, já na companhia da polícia. Eles montaram barracas no microcentro de Ciudad del Este, ouvindo música em alto volume, enquanto aguardavam o amanhecer pra iniciar os protestos.

O prefeito de Ciudad del Este, Miguel Prieto, disse que está de acordo com as reivindicações da população, mas disse que as manifestações devem ser pacíficas e sem atentar contra os direitos das pessoas.

“Obviamente, as manifestações podem ser feitas livremente, mas os manifestantes não podem obrigar a fechar os comércios ou atuar com violência em uma zona turística, que dá de comer a mais de 100 mil pessoas. Isto gera um prejuízo gigantesco e provoca dano à imagem da cidade", afirmou.

Fontes: Última Hora e Vanguardia