H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Mesmo no verão, ocorrências de covid-19 devem seguir altas, afirma estudo da Fiocruz 

Mesmo no verão, ocorrências de covid-19 devem seguir altas, afirma estudo da Fiocruz 
Curva da doença no Brasil apresenta padrão diferente da registrada em outros países (Foto: Agência Brasil/Reuters)

H2FOZ - Paulo Bogler

A proximidade do verão não garante grande queda no número de mortes por covid-19 no Brasil, aponta estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Mesmo com “leve tendência de queda desde setembro”, a letalidade da doença deve seguir alta, conforme análise do Boletim Observatório Covid-19, publicado pela instituição de pesquisa e saúde. 

Isso porque o país está em patamar elevado de casos e óbitos. Os estudiosos da fundação também interpretam que, em território nacional, a pandemia apresenta padrão diverso do encontrado em outros países. No Brasil aconteceu o seguinte: o aumento das ocorrências de covid-19 foi mais lento, e sua queda também. 

A título de exemplo, os especialistas da Fiocruz relatam que, na Europa, a expansão da doença ocorreu rapidamente, chegou ao pico e caiu vertiginosamente, em contraste com o quadro brasileiro. Os países europeus, neste momento, vivem o que está sendo considerado a “segunda onda de contaminação”. 

À Agência Brasil (ABr), o vice-diretor do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict), da Fiocruz, Christovam Barcellos, alertou que o país não está livre da pandemia, ressaltando que “ela tende a diminuir em direção ao verão, mas ainda com número muito alto”. 

“A Europa está começando a viver o inverno. Nós vamos começar a viver o verão, com números caindo, o que significa talvez que a transmissão da covid-19 terá um pouco tendência sazonal: vai ser mais intensa no inverno, como todas as gripes, e menos intensa no verão”, avaliou Christovam Barcellos, para a reportagem da ABr. 

Dados recentes do Ministério da Saúde registram mais 5,2 milhões de casos confirmados e 153 mil mortes por covid-19.

A edição especial do boletim da Fiocruz está disponível em https://agencia.fiocruz.br/sites/agencia.fiocruz.br/files/u34/boletim_covid_6meses.pdf.
 

(Com informações da Agência Brasil)