H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Pesquisas internacionais da UDC nas pontes da Amizade e Fraternidade começam nesta quarta

Pesquisas internacionais da UDC nas pontes da Amizade e Fraternidade começam nesta quarta
["Levantamento cient\u00edfico tra\u00e7a o perfil dos turistas em cada uma das pontes"] (Foto: Acervo DNIT)

Por Assessoria

As Pesquisas Científicas nas Pontes Internacionais da Amizade e da Fraternidade realizadas há mais de 20 anos pelo Pró-reitor do Centro Universitário UDC, professor Dr. Fábio Prado, também coordenadas por ele, começam nesta quarta-feira, 1°.

Durante seis dias, mais de 150 professores, estudantes e técnicos do Centro Universitário UDC, unidades Centro, Vila A e da UDC Monjolo, permanecerão aduanas. As atividades começam sempre às 6 horas da manhã nas duas pontes.

Durante os dias de pesquisa, a equipe envolvida faz o levantamento de dados científicos e confiáveis sobre o Fluxo de Veículos e Pedestres e Perfil dos Turistas em cada uma das Pontes.

As Pesquisas ocorrem em parceria com a Receita Federal, DNIT, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Acifi – Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu, Comtur – Conselho Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu, CODEFOZ – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu, Fundo Iguassu, Polo Iguassu, Secretaria de Turismo, Consulado Argentino, Consulado Paraguaio e a Universidade de Roma TRE, na Itália.

O Pró-Reitor conta sobre o início da pesquisa e fala da importância que o trabalho ganhou. “Iniciei a pesquisa ainda na minha graduação. Na época, éramos eu, uma caneta e uma prancheta em um trabalho de amostragem na Ponte da Amizade. Hoje, mais de 150 pessoas atuam diretamente no trabalho que resulta em dados científicos que servem de base para ações estratégicas no setor da segurança, comércio, turismo, e de toda a comunidade

 O que diz a sociedade

Os órgãos e entidades que são parceiros da pesquisa contam que os dados são extremamente relevantes e uma ótima ferramenta nas tomadas de decisões.

Receita Federal

“Sobre a pesquisa que a UDC realiza nas Pontes, nossa visão da Receita Federal é de que ela tem como principal aspecto positivo, é o levantamento dos dados que pode reunir elementos para uma tomada de decisão. E por ser feita por uma Universidade ela traz uma visão bastante isenta sobre os fatos, com pontos muitas vezes sensíveis, do que caso a pesquisa fosse feita por alguma Instituição. O entrevistado às vezes não se sentiria à vontade para responder se ele estivesse respondendo para um fiscal, o que já não acontece quando ele está respondendo para um estudante”. Delegado da Alfândega da Receita Federal de Foz do Iguaçu, Paulo Bini.  

 Polícia Federal

“As informações são importantes para a identificação do número de pessoas e veículos que transitam pela região, informação importante para a definição de estratégias de fiscalização. Outrossim, também é possível identificar o perfil das pessoas que circulam pela fronteira”. Chefe da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, Delegado Mozart Fuchs.

Polícia Rodoviária Federal

“As informações que são trazidas pelas pesquisas da UDC, vêm nos auxiliar, e muito com relação às tomadas de decisões e o emprego do efetivo nas Pontes da Amizade e da Fraternidade. As pesquisas embasadas cientificamente como estas, tem credibilidade e nos permitem usa-las como uma referência fidedigna. Estamos acostumados a colaborar de alguma forma e depois fazemos uso das informações”. Chefe da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Foz do Iguaçu, Inspetor Luiz Antônio Gênova.

Secretaria Municipal de Turismo

“A pesquisa realizada pela UDC, tanto na Ponte Internacional da Amizade, quanto na ponte Internacional da Fraternidade, é fundamental para planejarmos ações de divulgação, de promoção, ações estruturantes para nosso destino, pois permite identificar os públicos, fluxos turísticos. Hoje ter estatística, inteligência e informação são fundamentais para fazer uma boa gestão”.

Gilmar Piolla, secretário Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos

Pesquisa aponta fluxo de veículos e pedestres nas pontes do Brasil com a Argentina e o Paraguai - foto Divulgação

Codefoz

“A pesquisa se tornou nosso livro de cabeceira. Temos o antes e o depois destas estatísticas realizadas pela UDC. Antigamente se falava em números no “achismo”, hoje temos certeza. Esse trabalho é didático, de campo, interessante e muito útil para todos nós. Tanto o Fábio, como a equipe da UDC não devem nunca parar com esse trabalho. Somos privilegiados por termos essas informações exatas! Não é amostragem, é a contagem exata, isso torna a pesquisa melhor do que a de qualquer instituto de pesquisa. Naquele recorte de tempo, a medição é exata”.

Mario Camargo, presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social - Codefoz

ACIFI

“As pesquisas sobre o movimento na Ponte da Amizade e na Ponte Tancredo Neves são fundamentais para produzir dados científicos sobre a passagem de veículos, motoristas, passageiros e pedestres nas fronteiras com Paraguai e Argentina. O raio x com o perfil das pessoas contribui de forma concreta no planejamento de empreendedores para expansão de negócios na região. A radiografia ajuda ainda a elucidar as relações comerciais no dia a dia de Foz do Iguaçu, Ciudad del Este e Puerto Iguazu, permitindo aos empresários tomar decisões com segurança”.

Faisal Ismail - presidente da Associação Comercial de Foz do Iguaçu – ACIFI

Comtur

“Os dados sobre o turismo são indispensáveis para o bom planejamento das atividades privadas do setor e para a elaboração de políticas públicas. Na região das Três Fronteiras, em que o turismo é interligado, ter em mãos um diagnóstico atualizado e preciso sobre o movimento nas três cidades vizinhas é uma vantagem para o poder público, os atrativos, os meios de hospedagem e de gastronomia. Estudos acadêmicos, como é o caso do realizado pelo Centro Universitário UDC, nos dão a garantia de manejar dados confiáveis e apurados com o rigor científico”.

Carlos Silva, presidente do Conselho Municipal de Turismo – Comtur

Acesse a edição de 2018 do estudo:

http://www.udc.edu.br/libwww/resources/revista/Pesquisa-Veiculos-Py-2018/index.html

http://www.udc.edu.br/libwww/resources/revista/Pesquisa-Veiculos-Ar-2018/index.html

http://www.udc.edu.br/libwww/resources/revista/Perfil-Pessoas-Py-2018/index.html

http://www.udc.edu.br/libwww/resources/revista/Perfil-Pessoas-Ar-2018/index.html

X