H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Preço da cesta básica em Foz caiu 2,6% no mês de julho

Preço da cesta básica em Foz caiu 2,6% no mês de julho
Ficou mais barato comprar cebola, batata, cenoura e tomate, conforme centro de pesquisa da Unila (Foto: Reprodução/Pixabay)

Unila 

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Foz) dos itens da cesta básica de julho apresentou uma diminuição de 2,6% em relação ao mês anterior. A informação foi divulgada no boletim mensal do Centro de Pesquisas Econômicas e Aplicadas (Cepecon) da UNILA. Entre os itens que tiveram queda nos preços estão os tubérculos, as raízes e os legumes, com redução de 21,5%. A maior variação negativa foi no preço da cebola, que caiu 30,2% devido ao pico da colheita. Também está mais barato comprar batata (-21,6%), cenoura (-14,2%) e tomate (-10,3%).

Entre as hortaliças, a maior variação negativa foi o repolho (-28%), seguido do cheiro-verde (-9,4%). Os consumidores também estão pagando, em média, 46,1% a menos para comprar melancia e 2,8% a menos no mamão. Por outro lado, o preço da banana-nanica aumentou 36% devido ao menor volume encontrado nas regiões produtoras. A expectativa é que os preços caiam apenas em novembro, em decorrência do clima favorável. Em média, as frutas apresentaram variação negativa de 8,4%.

Entre as carnes, as maiores variações negativas foram observadas no coxão mole (-6,6%), músculo (-5,5%) e na paleta bovina (-5%). No geral, as carnes reduziram 0,75%, contribuindo para a queda do índice geral. Devido à baixa exportação de frango após restrições impostas por alguns países, aumentou a oferta do produto no mercado interno, o que ocasionou a redução nos preços. O frango inteiro apresentou redução de 3,7% e o preço dos ovos caiu 9,3%.

Após forte aumento no mês de junho, o leite UHT teve redução de 2,7% em julho. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o baixo consumo de leite durante as férias escolares, por causa dos preços elevados nesse período, pressionaram as cotações para baixo. Outro item que contribuiu para a queda do índice foram os panificados, principalmente pela queda no preço do pão francês (-3,2%).