H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias
Por: Cláudio Dalla Benetta

Prefeito elogia secretária da Saúde e diz que foi ela quem pediu afastamento

Prefeito elogia secretária da Saúde e diz que foi ela quem pediu afastamento
O novo e a ex-secretária com o prefeito, na entrevista coletiva. (Foto: PMFI)

Por Assessoria 

“O pedido de afastamento veio dela, e não da administração", disse o prefeito Chico Brasileiro, em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (17), ao explicar a saída da secretária de Saúde, Kátia Yumi Uchimura.

Ela será substituída pelo vice-prefeito Nilton Bobato. A transição dos secretários acontece a partir desta semana e segue até o final do mês de abril, quando Kátia Yumi Uchimura retoma os trabalhos em Curitiba.

“Precisamos fazer a transição para estudar a equipe e buscar as melhores alternativas”, comentou o vice-prefeito Nilton Bobato. 

Durante a coletiva, Chico Brasileiro elogiou o trabalho desenvolvido pela secretária. 

"Entendemos que a sua participação foi fundamental para que a nossa saúde pudesse ganhar um rumo, um caminho. Ela organizou, montou projetos estratégicos para nos ajudar a enxergar a saúde de hoje e de amanhã. Agora, vamos dar continuidade a esse trabalho com a participação do Bobato”.

Sobre a indicação do vice, Brasileiro comentou que Bobato será a presença do governo na saúde. “Justamente para reforçarmos que precisamos de um trabalho integrado, pois a saúde é prioridade de fato”.

Para Nilton Bobato, a reconstrução da saúde anunciada nesta administração já deu seus principais passos e deve continuar acontecendo até o final do mandato. 

“Havia uma tarefa de promover um resgate da saúde, pois estávamos num buraco provocado pela corrupção de gestores anteriores. A Kátia ajudou a reconstruir, com olhar técnico. O que faremos daqui para a frente é dispor dos resultados, mas também precisamos ouvir, e achar um meio termo entre sonho e o que é possível ser feito”, disse. 
 
Conquista

Entre as conquistas durante a administração de Kátia, a Prefeitura cita o índice de mortalidade infantil mais baixo da história, de 9,4 a cada mil nascidos vivos. “Esse resultado está diretamente ligado aos serviços da atenção primária. Deixamos de ser um município sem pré-natal para virarmos um exemplo de organização”, disse o prefeito.

Kátia Yumi fez um agradecimento especial à equipe da Secretaria de Saúde e confirmou a continuidade de trabalhos já iniciados na pasta. “Trabalhamos internamente na organização de projetos e isso deve ter seus primeiro resultados a partir de agora. Já temos alguns resultados nos indicadores, e a presença do Bobato deverá impulsionar na agilidade”.

O prefeito anunciou para a esta semana a homologação do concurso e o chamamento de novos profissionais na saúde para o mês de maio. O déficit de trabalhadores na saúde é hoje um dos principais desafios a ser superado.