H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias
Por: Cláudio Dalla Benetta

Prieto anuncia mais demissões na Prefeitura de Ciudad del Este, "inchada" pela interina

Prieto anuncia mais demissões na Prefeitura de Ciudad del Este,
Empregados na gestão interina, agora na fila pra assinar demissão. (Foto: Vanguardia)

H2FOZ

O prefeito de Ciudad del Este, Miguel Prieto, anunciou que que haverá mais exonerações de funcionários, além dos 700 que já foram desvinculados, a maior parte contratados pela ex-prefeita interina Perla Rodríguez de Cabral, aliada do clã Zacarías.

Em apenas três meses como interina, a vereadora Perla contratou indevidamente 1.291 funcionários, sem considerar esses custos no orçamento do município. 

Nos meses em que ficou no cargo, não faltou dinheiro para o pagamento dos funcionários porque as contratações foram feitas nos meses em que a Prefeitura arrecada mais. Agora, chegam os meses de queda na arrecadação.

A Diretoria de Recursos Humanos diz que, com as demissões já efetuadas, a Prefeitura conta atualmente com cerca de dois mil funcionários. O prefeito sustenta que 1.400 são suficientes para manter todas as atividades normais.

As demissões, segundo ele, serão para ajustar o custo dos pagamentos ao orçamento municipal, conforme prevê a legislação. 

Miguel Prieto disse que ainda não foram analisados os casos de funcionários contratados na gestão de Sandra McLeod Zacarías, a qual seria "o verdadeiro problema" da Prefeitura.

Funcionários que utilizavam esquemas corruptos durante a gestão dos Zacarías (antes de Sandra, foi prefeito o marido dela, o hoje senador Javier Zacarías Irún, sobre quem pesa um pedido de prisão por enriquecimento ilícito) continuam em seus cargos.

Com as demissões, Miguel Prieto sabe que está entrando num confronto cada vez mais forte contra os vereadores de oposição, que já conseguiram aprovar duas denúncias contra ele, por supostas demissões irregulares.

Os vereados colorados, contra o prefeito, são Neri Chávez, Juan Ángel Núñez, Lilian González de Aguinagalde, Miguel Coronel, Alejandro Zacarías e Rodríguez de Cabral. Outros dois também aprovaram as denúncias: Javier Bernal (PLRA) e Celso Miranda.

Contra o clã

Jovens também fazem abaixo-assinado pra pedir cassação de Javier Zacarías. Foto Vanguardia

Um grupo de jovens pintou num muro um protesto para exigir a prisão do clã Zacarías, no bairro Boquerón de Ciudad del Este.

Institulado Jovens Voluntários Comprometidos, os manifestantes pintaram a frase "Prisão para o clã ZI", com o desenho de um homem de gravata atrás das grades.

"A primavera democrática chegou ao Poder Legislativo (com a expulsão de corruptos). Agora queremos que se instale no Poder Judiciário", afirmou David Báez, um dos manifestantes.

Eles entendem que é a benevolência dos juízes que permite a liberdade do senador Javier Zacarías Irún, sobre quem pesa um pedido de prisão preventiva, ainda não analisado devido às reiteradas chicanas da defesa.

Sua esposa, Sandra McLeod, também vem conseguindo atrasar a audiência que teria na Justiça, para evitar o embargo de seus bens.

O grupo de jovens está fazendo um abaixo-assinado para pedir a expulsão de Zacarías Irún do Senado.

Fonte: Diario Vanguardia

X