H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: H2FOZ | Paulo Bogler

Semana do Trânsito: 69% dos acidentes em Foz são com carros; 15% envolvem motocicletas

Semana do Trânsito: 69% dos acidentes em Foz são com carros; 15% envolvem motocicletas
No primeiro semestre, foram 1.980 acidentes nas vias iguaçuenses (Foto: Marcos Labanca/Arquivo)

H2FOZ - Paulo Bogler 

Dos 1.980 acidentes registrados em Foz do Iguaçu entre janeiro e junho deste ano, 69% envolvem carros, e 15%, motocicletas. Os dados são do levantamento feito pelo Programa Vida no Trânsito, vinculado ao Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM).

Leia também: Dez vias e cruzamentos em Foz com mais acidentes de trânsito; veja o ranking

Em números absolutos, no primeiro semestre, foram 1.383 ocorrências com automóveis nas vias iguaçuenses, e 299, com motos. Até sexta-feira, 25, instituições realizam ações dentro da Semana Nacional do Trânsito, em que enfatizam a segurança do tráfego. 

Motociclistas, porém, integram o grupo de vítimas com maior número de óbitos no trânsito. Foram seis mortes nos seis primeiros meses, ante duas de ocupantes de veículos leves, duas de ciclistas e uma de pedestre, todas registradas nas ruas, avenidas e cruzamentos de Foz do Iguaçu. 

Ao todo, 11 pessoas morreram no trânsito iguaçuense no primeiro semestre de 2020, sendo uma mulher e dez homens. Considerando o recorte da idade, o levantamento aponta dois falecimentos para as faixas etárias de 18 a 29 anos, 30 a 39, 40 a 49, 50 a 59, e 60 em diante; houve uma morte de pessoa menor de idade. 

Total de acidentes até junho, por tipo de veículo envolvido: 

- automóvel: 1.383 (69,85%)

- motocicleta: 299 (15,10%)

- caminhão: 80 (4,04%)

- caminhonete: 70 (3,54%)

- ônibus: 43 (2,17%)

- camioneta: 37 (1,87%)

- motoneta: 21 (1,06%)

- bicicleta: 14 (0,71%)

- utilitário: 10 (0,51%)

- micro-ônibus: 8 (0,40%)

- semirreboque: 5 (0,25%)

- outros: 4 (0,20%)

- caminhão-trator: 4 (0,20%)

- reboque: 1 (0,05%)

- charrete: 1 (0,05%)

Semana do Trânsito 

Com a temática “Perceba o risco, proteja a vida”, a Semana Nacional do Trânsito conta com ações educativas realizadas por diversas instituições, até sexta-feira, 25. O lema reforça o papel que cada pessoa deve cumprir para contribuir com a segurança no tráfego. 

As iniciativas incluem conscientização sobre a travessia de pedestres e ciclistas em vias de grande movimento, blitze de orientação, distribuição de antenas em pontos de mototáxi e motofrete (para prevenir acidentes com linhas de pipa com cerol), entre outras. 

Em sua página no Facebook (clique aqui), o GGIM publica, durante toda a campanha, vídeos educativos com dicas de segurança para cada segmento específico: condutores de veículos, motociclistas, ciclistas e pedestres. O objetivo é “compor ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, colocando em pauta o tema segurança viária e mobilidade urbana com a finalidade de reduzir acidentes e tornar o trânsito mais seguro”, informou o gabinete. 

Projeto  

O Projeto Vida no Trânsito (PVT) é uma iniciativa nacional de vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito, e de promoção da saúde, no contexto dos desafios da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ações pela Segurança no Trânsito 2010-2020. Em Foz, é articulado pelo GGIM, órgãos municipais e estaduais, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Bombeiros e Guarda Municipal.