H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Assessoria

Sindhotéis completa 45 anos em período desafiador para a hotelaria e a gastronomia

Sindhotéis completa 45 anos em período  desafiador para a hotelaria e a gastronomia

O Sindhotéis completa 45 anos nesta terça-feira, 19, em um momento de desafios sem precedentes para o Destino Iguaçu decorrentes da pandemia do novo coronavírus. Desde o fim de março, o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares tem realizado uma força-tarefa para apoiar as empresas do setor no enfretamento da crise econômica.

O presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin, afirma que o cenário requer avaliações para tomada de medidas assertivas em defesa dos 180 meios de hospedagem, entre hotéis, pousadas, albergues e hostels, além de em torno de 200 estabelecimentos gastronômicos de interesse turístico.

O turismo é a principal indústria de Foz do Iguaçu, tendo sido um dos primeiros setores atingidos pelas restrições impostas pelos governos municipal, estadual e federal no enfrentamento da pandemia. E será, com certeza, o último a retornar ao “novo normal”. A expectativa é a de que o começo da retomada do fluxo turístico ocorra no fim do ano.

“A nossa tradicional confraternização de aniversário com associados e amigos está transferida para o fim do ano e será à altura desse aniversário simbólico de 45 anos. Agora é hora de unir ainda mais os esforços de todos para superarmos, juntos, os problemas causados pela pandemia”, afirma o dirigente.

Força-tarefa – Antes mesmo de 23 de março, quando a hotelaria e a gastronomia foram fechadas por força de decreto municipal para evitar o contágio da covid-19, a entidade iniciou as ações para preservar empregos no setor e amenizar os prejuízos financeiros dos estabelecimentos (associados ou não ao sindicato). Sempre buscando diálogo com governos municipal, estadual e federal.

O sindicato, destaca Neuso Rafagnin, tem registrado várias conquistas sucessivas, como acordos coletivos de trabalho, suspensão de contratos de energia e reabertura da hotelaria e gastronomia. Os esforços são permanentes, executados pela diretoria executiva e assessoria jurídica no atendimento aos empresários que buscam orientação.

“É também neste momento de crise que a figura de um sindicato forte se faz necessária. Nesse sentido, o Sindhotéis não tem descansado para atuar diariamente de forma incisiva e com toda a sua força no sentido de buscar benefícios aos empresários do setor nesse período de pandemia”, ressalta o presidente.

As atuais vitórias seguem a trajetória de conquistas da entidade, desde a sua criação, em 19 de maio de 1975. Já na época do primeiro presidente do sindicato, Pedro Grad Roth, o Sindhotéis apoiou a construção do Centro de Convenções, a implantação de um sistema viário racional no período da construção de Itaipu Binacional, entre outras bandeiras históricas.

Representatividade – Entre as relações institucionais, o sindicato tem conquistado ampla representatividade em setores estratégicos da sociedade. As cadeiras ocupadas em entidades, conselhos e instituições garantem a defesa dos interesses dos associados em questões fundamentais para eles, além de demonstrarem a força do Sindhotéis.

O fortalecimento do sindicato visa a atender e representar as mais de 1,1 mil empresas de Foz do Iguaçu e outros nove municípios da região (Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Diamante D’Oeste, Itaipulândia, Missal, Ramilândia e Serranópolis do Iguaçu). Juntas, elas geram em torno de oito mil empregos diretos.

X