H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Unila

Unila tem três novos laboratórios para ensino e pesquisa

Unila tem três novos laboratórios para ensino e pesquisa
Espaços são voltados principalmente para os cursos de Medicina e Engenharias (Foto: Divulgação )

Três novos laboratórios da UNILA já estão disponíveis à comunidade acadêmica, para o desenvolvimento de atividades de ensino e pesquisa. Um deles, o Laboratório de Simulação Avançada, está alocado no Jardim Universitário, e irá contribuir sobretudo para as práticas do curso de Medicina. Outros dois laboratórios – o de Sistemas Elétricos e o de Biocombustíveis – foram montados no Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e serão voltados para os cursos de Engenharia. Esses espaços, de caráter multidisciplinar, irão proporcionar o aperfeiçoamento de habilidades e competências de discentes e profissionais.

Computadores e manequins robóticos que simulam cenários médicos realísticos são alguns dos componentes a serviço de um treinamento dos estudantes de Medicina de diferentes níveis, no Laboratório de Simulação Avançada. Os discentes mais novatos podem atuar em práticas como escuta cardíaca, respiratória e palpação de pulso.

“Para o aluno mais adiantado, é possível simular cenários de emergência, como reanimação cardiopulmonar e entubação. São cenários que requerem muita agilidade e rapidez, e não adianta só estudar na teoria. Nada melhor do que poder simular para ter uma aplicação prática”, destaca a coordenadora do curso de Medicina, Alessandra Pawelec da Silva.

O laboratório também pode ser usado para treinamento contínuo dos estudantes – inclusive os que estão em estágio de internato – e, ainda, dos médicos e de outros profissionais de saúde que já estejam em atividade. “Na área da saúde, a atividade requer segurança; e é preciso ter treinamento permanente do profissional, já que procedimentos, regras, normas, remédios e fluxos vão modificando, com novas descobertas e evidências”, diz o médico e docente da UNILA Luis Fernando Boff Zarpelon. Ele aponta que o laboratório também permite estudos experimentais em educação.

Nesse contexto multifuncional do laboratório, o treinamento simulado de casos reais vai ajudar a diminuir o risco de erros médicos. A simulação de situações médicas pode ser acompanhada de modo simultâneo ou por meio de gravação de vídeo. Assim, os usuários do laboratório podem assistir ao atendimento, discutir em conjunto os acertos da equipe e sugerir melhorias na prática. O laboratório possui oito salas com simuladores de pacientes – adultos e infantis –, dois consultórios e quatro salas de tutoria.

Laboratório para Engenharias

O Laboratório de Sistemas Elétricos conta com sistemas didáticos que trabalham com unidades de geração de energias hidroelétrica, solar e eólica. Também houve um investimento em equipamentos que operam integrando geração, transmissão, distribuição, proteção e controle de sistemas elétricos. O laboratório ainda possui equipamentos como o de eletrônica de potência e de didática de instalação eletrotécnica.

“Temos equipamentos robustos. O smart grid, por exemplo, trabalha como redes inteligentes, com as quais é possível realizar intervenção remotamente ou fazer medição de consumo de energia em tempo real”, explica o técnico do laboratório, Alexandre de Oliveira.

Outro laboratório recém-criado na UNILA é destinado ao estudo dos biocombustíveis bioetanol, biodiesel e biogás. “Ele será utilizado por alunos de graduação, pós-graduação e de pesquisa. Conta com plantas de bioetanol e biodiesel, ambas em escala piloto, e um sistema de biodigestão construído por estudantes de pesquisa dos cursos de Engenharia Química e Engenharia de Energia, sendo resultado de um projeto de trabalho de conclusão de curso”, descreve a docente de Engenharia Química Andreia Cristina Furtado.