H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Cláudio Dalla Benetta - H2FOZ

Universidad María Serrana informa que curso de Medicina está em processo de acreditação da Aneaes

Universidad María Serrana informa que curso de Medicina está em processo de acreditação da Aneaes
Fachada da instituição, em foto da página da Serrana no Facebook.

A Universidad Privada Maria Serrana, de Ciudad del Este, enviou ofício no qual afirma que "respeita as regulamentações que exige a Aneaes" (Agência Nacional de Avaliação e Acreditação da Educação Superior), que fornece o "selo de qualidade" para os cursos e instituições superiores.

O ofício, assinado pelo coordenador de Comunicação e Marketing da universidade, Custavo Benítez, informa que a instituição, seguindo a exigência da Aneaes, se encontra "em pleno processo de auto-avaliação com fins de acreditação da carreira de Medicina, em Ciudad del Este".

Pelas normas da Aneaes, lembra Benítez, para a acreditação é preciso haver uma primeira turma de formados no curso a ser avaliado, e a primeira turma da María Serrana é de 2018.

Segundo Benítez, a inclusão da Serrana entre as universidades sem acreditação foi uma interpretação errada do jornalista, e não se baseou nas declarações de Raúl Aguillera, presidente da Agência Nacional de Avaliação e Acreditação da Educação Superior.

A informação equivocada, de acordo com o coordenador de Comunicação e Marketing, "gera desinformação da opinião pública" e prejudica a credibilidade deste site, "a qual é o patrimônio mais importante de todo meio de comunicação".

Opinião   

Estamos de acordo com a opinião de que a credibilidade é o maior patrimônio de um meio de comunicação. Tanto o jornalista quanto o H2FOZ estão abertos para receber todas as informações que visem a corrigir eventuais erros.

Mas ressalvamos, mais uma vez, que, quando se fala em curso de Medicina no Paraguai, nosso interesse é procurar levar informação relevante não só para os alunos que já estão matriculados, mas para os milhares de brasileiros que, certamente, ainda continuarão a procurar o país vizinho para realizar o sonho de se tornar médicos.

O que nos faltou, talvez, foi entender que, embora o curso de Medicina da María Serrrana não conste daqueles 13 já avaliados pela Aenaes, a instituição está sendo os procedimentos corretos para obter o selo de qualidade, seguindo os regulamentos.

Sabemos da importância dos cursos de Medicina do Paraguai para suprirem vagas que não existem no Brasil para atender tanta procura.

Nas universidades públicas brasileiras só os mais preparados têm condições de passar no vestibular - leia-se classe média alta. Nas universidades particulares, à dificuldade de passar no vestibular se soma outra do mesmo nível: o custo do curso.

No Paraguai, há boas instituições e o que o estudante brasileiro gasta, com mensalidade, aluguel e o necessário para sobreviver, ainda é muito mais barato que a mensalidade num curso de Medicina no Brasil. Isso explica porque, só em Ciudad del Este, há 30 mil estudantes brasileiros cursando Medicina.

Continuaremos atentos ao que acontece no Paraguai, a segunda "casa" para tantos brasileiros de Norte a Sul.

X