H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Vacinação contra a dengue em Foz acontece neste sábado

Vacinação contra a dengue em Foz acontece neste sábado
Será aplicada a terceira e última etapa da vacinação contra a dengue (Foto: Agência Brasil )

Por Agência Municipal de Notícias 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) promovem neste final de semana duas importantes ações de combate a dengue. A primeira delas, na sexta-feira (30), deve envolver moradores da região central e Três Lagoas, com orientações e distribuição de materiais informativos sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor da Dengue, Zika, Chikungunya, Febre Amarela Urbana e outras doenças. As atividades integram a campanha nacional  “Dengue: Esse problema também é meu”.

No período da manhã de sexta, das 8h30 às 12 horas, haverá serviço de orientação e panfletagem na avenida Brasil com a Edmudo de Barros (próximo a Riachuelo) e na praça central de Três Lagoas. Os agentes de endemias do CCZ farão orientações e também receberão denúncias de imóveis ou outros locais que tenham condições para proliferação de mosquitos e outros animais que possam transmitir doenças ou causar acidentes. 

No sábado (1º) as Unidades Básicas de Saúde estarão abertas, das 8h às 17 horas, para realizar a terceira e última etapa da vacinação contra a dengue. Poderão receber a imunização jovens de 15 a 27 anos que já tenham recebido as duas primeiras doses. No mesmo dia também serão ofertadas outras vacinas, e fornecida a declaração de regularidade vacinal para crianças e adolescentes. 

Cada UBS terá uma equipe para fazer a busca ativa nas residências, para as pessoas que precisam receber a terceira dose da vacina. Nesta etapa a meta é imunizar mil pessoas. 

Alto Risco 

O resultado do último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre os dias 5 e 8 de novembro coloca Foz do Iguaçu em situação de alerta, com alto risco para epidemias das doenças transmitidas pelo mosquito. 

Além do levantamento dos diversos depósitos/criadouros positivos para as formas imaturas (larvas e pupas), o CCZ também realiza a vistoria das armadilhas já instaladas em mais de 5 mil casas. Esse levantamento resultou em um Índice Predial de Armadilhas (IPA) de 4,3%, ou seja, a cada 100 armadilhas lidas, em mais de 4 delas, houve captura do mosquitos Aedes. As atividades de bloqueio tiveram início ainda essa semana pelas equipes do CCZ. “Devemos reforçar os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito e encaminhar a pessoas com suspeita para a UBS mais próxima, evitando assim a auto-medicação”, alerta Jean Rios, responsável pelo programa de vetores do CCZ. 

De agosto de 2017 a julho de 2018 foram notificados 2.191 casos de dengue em Foz. Destes, 135 foram confirmados e duas pessoas morreram vitimas da doença.