H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Cláudio Dalla Benetta

Veja o que a meteorologia prevê para este inverno, que começa nesta sexta (21)

Veja o que a meteorologia prevê para este inverno, que começa nesta sexta (21)
Sol e calorzinho no último dia de outono. Inverno começa igual. (Foto: Patrícia Iunovich)

H2FOZ

Oficialmente, o inverno começa às 13h desta sexta-feira (21). Este ano, as temperaturas na Região Sul do Brasil devem ficar acima da média, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O inverno vai até a madrugada do dia 23 de setembro, quando dá lugar à primavera.

Em Foz do Iguaçu, o inverno começa bem ameno, com sol pelo menos até terça-feira, 25. A mínima no primeiro dia da nova estação fiará em 14°, com máxima de 25°.

Nos próximos dias, a mínima deve variar entre 16° e 18° e a máxima entre 25° e 26°. E as temperaturas devem permanecer nesses índices até o final de junho, o que pode ser uma amostra do que nos reserva o inverno - nada de "o mais frio dos últimos cem anos", como circulou em versões "fake news" na Internet.

No Sul 

Foz do Iguaçu, mesmo com um clima um pouco mais "radical", segue a tendência do Sul do Brasil, onde o inverno tem como característica típica a redução nas chuvas, segundo o Inmet. Há probabilidade de ocorrência de geadas. Nevoeiros e névoa úmida são outras condições normais para a época.

Sempre de acordo com o Inmet, o que vai diferenciar este inverno é que haverá maior frequência de frentes frias, o que contribuirá para variações nas temperaturas ao longo do trimestre. O instituto antecipa que as temperaturas médias devem ficar acima da média climatológica.

Traduzindo, poderemos ter veranicos ao longo do trimestre, como aconteceu durante o outono que agora se despede.

O inverno típico, isto é, com muito frio, ficará reservado para a metade Sul do Rio Grande do Sul e para o Leste de Santa Catarina, onde as temperaturas podem ficar até abaixo de 0°.

Escapamos dessa.

Em Foz (e em quase todo o Sul) temperaturas médias serão mais elevadas que as históricas da estação. Foto de Patrícia Iunovich

Fontes: Agência Brasil e Inmet

X