H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Planeta Foz

Lançado curta-metragem com relatos reais sobre saúde mental

Lançado curta-metragem com relatos reais sobre saúde mental
A telona exibiu o curta-metragem “Educação para a Vida”, um documentário com depoimentos reais de participantes das turmas do Método Friends. (Foto: Suelen Bicicgo)

A estreia do filme “Educação para a Vida” atraiu famílias e pessoas interessadas em saber detalhes do primeiro ano de aplicação do Método Friends na fronteira
  
A sala de cinema era a mesma onde, habitualmente, são rodadas cenas de ficção. Mas, por 12 minutos, a telona exibiu o curta-metragem “Educação para a Vida”, um documentário com depoimentos reais de participantes das turmas do Método Friends, durante o primeiro ano de atuação, em Foz do Iguaçu. Foi na noite da última sexta-feira (20), Dia do Amigo, na sala de cinema do Cataratas JL Shopping. Na plateia de mais de 100 pessoas havia profissionais da área da educação, psicólogos, jornalistas e interessados no método considerado “vacina” contra ansiedade e depressão por órgãos mundiais de saúde. 
 



Lara, de 6 anos, uma das entrevistadas, escolheu até vestido novo para a estreia do filme em que conta as estratégias que traçou, por conta própria, para deixar a mamadeira e parar de chupar o dedo. “Fiquei muito feliz ao ver Lara mostrar que as coisas podem ser mudadas, mesmo quando você tem só seis anos,” disse a mãe, Claudia. “Ela entendeu que ter coragem não significa não ter medo. É ter pavor daquilo e enfrentar mesmo assim.” Os outros depoimentos são de um adolescente de 14 anos que emagreceu 15 kg depois de aprender a controlar a ansiedade e de um casal que buscou equilíbrio emocional para lidar com os desafios do modo de vida moderno. 

Ao longo da narrativa, a psicóloga e educadora Luziânia Medeiros, única facilitadora do Método Friends em Foz do Iguaçu, discorre sobre o programa internacional com evidências científicas que revolucionou a área da saúde mental, com base em conhecimentos das Terapias Cognitivo e Comportamental, da Psicologia Positiva e das Neurociências. “No evento, foi possível perceber que há uma rede de pessoas conectadas com essa ideia,” observou ela. “Com o filme conseguimos mostrar a efetividade em Foz, por meio das vivências de quem já passou pelo método, e inspirar outras pessoas a passarem pela experiência.”

Os relatos reais impactaram pessoas como o engenheiro Alexandre Caseri, 64, que não conhecia o método e confidenciou: “Não fazia ideia de quanto me surpreenderia! Somente após o início dos sinceros depoimentos das crianças e da confirmação dos pais, passei a perceber e valorizar a importância desse método para as famílias de Foz.” 

Havia vários profissionais da área educacional presentes, afinal, um dos objetivos é que o Friends sirva para ensinar a lidar com emoções com a mesma ênfase dada ao ensino de disciplinas escolares como Português e Matemática. Sobre os pais que investiram no desenvolvimento de habilidades socioemocionais para os filhos, a pedagoga Daniele Antunes, 36, pontuou: “São pais atentos às necessidades reais dos seus filhos, porque não mediram esforços para buscar novos recursos, fora dos muros de casa e da escola, para ajudar suas crianças a se desenvolverem de forma integral.” 

Muitos casais jovens também estavam na plateia. Teresa Angheben, 34, e o marido Marciel Dallabrida, 37, pais de duas meninas – uma de 4 e uma de 1 ano – também tiveram o primeiro contato com o Método Friends. Ela considerou que é um investimento em saúde, porque, “cuidar da saúde física está em alta, atualmente, mas se esquece da saúde mental,” e emendou: “É um método que atinge a família toda, pois não adianta os pais pensarem na saúde dos filhos se não estiverem bem para cuidar deles.” Para o marido, Marciel, “esse método precisa ser incentivado, divulgado para ser tratado como saúde pública, porque muitos recursos são investidos no tratamento de doenças e várias dessas doenças são reflexo da forma como enfrentamos as situações do dia a dia.” 

A sessão especial de cinema foi uma pequena amostra do que o Friends oferece durante 12 encontros. Além das lições baseadas em exemplos reais, há incentivo a alimentação saudável e à prática da gratidão, por exemplo. Nesse sentido, durante o evento, integrantes da equipe de produção do documentário reconheceram a importância de os participantes terem concordado em compartilhar as próprias experiências. 

Em Foz do Iguaçu, o Método Friends é aplicado no espaço Neosynapsis - Educação para a Vida, criado e concebido pela psicóloga Luziânia Medeiros e seu sócio, Paulo Abrantes. A idade mínima para participar é quatro anos. “Com esse método vislumbrei realizar o sonho de unir minha experiência de 10 anos de atendimento em psicoterapia e de 10 anos em educação com programas no contraturno escolar, para ensinar as pessoas a lidarem com as emoções desde cedo, auxiliando na construção de uma vida mais feliz, com realizações significativas,” comemora Luziânia. A partir desta semana, o curta-metragem “Educação para a Vida”, estará disponível no canal da Neosynapsis no Youtube. 
 
SERVIÇO
Espaço Educacional Neosynapsis 

Luziânia Medeiros | psicóloga e facilitadora do Método Friends 
Edifício Caesar Tower. Av. Pedro Basso, 472, Jd. Polo Centro, sala 504
Telefone: (45) 99900-9465