Silva e Luna agradece aos “conterrâneos” o título de cidadão honorário de Foz

Aprovado por unanimidade pelos vereadores, o título de Cidadão Honorário de Foz do Iguaçu foi entregue pela Câmara Municipal, nesta terça-feira, 24, ao diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Morador em Foz desde fevereiro de 2019, quando foi nomeado para o cargo pelo presidente Jair Bolsonaro, Silva e Luna disse que nunca se sentiu um estranho na cidade. “Senti que era de casa, graças à maneira calorosa dessa gente”, afirmou, ao agradecer o título, iniciativa do vereador Beni Rodrigues.

Sobre a usina, ele afirmou: “A ltaipu é um exercício de busca permanente de convergências e de construção de consensos; é um fator de desenvolvimento regional; é uma fronteira que une dois povos; é um símbolo de amizade e confiança”.

O general foi o primeiro diretor-geral brasileiro de Itaipu a fixar residência em Foz. Foto Sara Cheida

Silva e Luna, que nasceu em Barreiros (PE), chegou à Itaipu após extensa carreira nas Forças Armadas, alcançando, na ativa, o cargo de chefe do Estado-Maior do Exército (2011-2014). Já na reserva, ocupou o posto de ministro da Defesa (2018-2019).

Ao homenagear o diretor de Itaipu, o vereador Beni Rodrigues destacou o fato de a proposta ter sido acatada por unanimidade na Câmara.

“Sinto-me muito honrado em conceder este título a uma pessoa que está fazendo tanto por Foz do Iguaçu. Toda a região tem muito a ganhar com a sua experiência, com a sua luta e com sua equipe de trabalho da Itaipu Binacional. Tenho certeza que nossa Foz, graças à atual gestão da usina, será a cidade do futuro”, afirmou.

Devido à pandemia, a sessão foi privativa, mas transmitida pelos canais da Câmara. Foto Sara Cheida

Representando o corpo funcional da Itaipu, a cerimônia contou com a participação do diretor Administrativo, almirante Paulo Roberto da Silva Xavier; do assessor de Planejamento e Coordenação, Victor Hugo Marmelo dos Passos Filho (representando o diretor financeiro, almirante Anatalico Risden Junior); do assistente do diretor técnico executivo, Juliano Portela (representando o diretor Celso Villar Torino); do assessor especial Theófanes de Lira Pessôa Junior (representando o diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Carbonell); do assistente Aldry Lucena (representando a diretora jurídica, Mariana Favoreto Thiele).

Participaram ainda o chefe de gabinete da Diretoria-Geral (DG) Brasileira, coronel Ricardo Bezerra; o assessor especial da DG, coronel Jorge Áureo Ferreira; o assistente da DG, capitão Arceli de Oliveira; a assessora especial da DG, Carina Ferreira de Paula; a chefe da Assessoria de Comunicação, Patrícia Iunovich, e a secretária do diretor Silva e Luna, Mariza da Silva Guimarães.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.