Jovem arquiteto de Foz vence Prêmio Oxford de Design

H2FOZ – Denise Paro

É de Foz do Iguaçu o 1º. lugar no Prêmio Oxford de Design 2020. O vencedor foi o arquiteto e designer Bruno Xavier de Oliveira, 24 anos. Com o título ‘O amanhecer da minha janela’, ele fez uma arte para um conjunto de louças retratando os momentos da pandemia dentro de casa.

O tema do concurso este ano foi “Uma viagem pela sua casa”. No design produzido, Bruno expressou o sentimento que ele vive neste momento. Foram ilustrados 3 pratos representados por uma alegoria narrada a partir da visão da janela da casa dele por meio de uma estética de formas geométricas e cores vibrantes.

No primeiro desenho, Bruno mostra um sol caótico representando o momento inédito que a humanidade vive hoje como também o medo de não saber como tudo iria se organizar em meio a um turbilhão de informações e sentimentos, explica.

Bruno: “O amanhecer para mim é sempre sinônimo de esperança de um dia melhor”.

Na segunda louça, ele faz uma alusão a reclusão necessária para reorganizar a vida, além de expressar sentimentos, valores para as pessoas renascerem em uma versão melhor delas mesmas. No terceiro desenho, é apresentada o desfecho da história, um novo amanhecer indicando que independente de qualquer coisa, o dia sempre volta a raiar, mesmo diante da escuridão o sol nasce majestoso apontando uma nova chance para a humanidade fazer melhor, resume Bruno.

“O amanhecer para mim é sempre sinônimo de esperança de um dia melhor. Eu acredito muito que precisamos repensar nossos atos enquanto seres humanos e essa é a chance, esse é o momento para fazermos isso”, diz o arquiteto.

Bruno conta que ficou surpreso com o resultado e não imaginava ganhar o prêmio, mesmo estando entre os 50 finalistas. “É engraçado porque isso nunca passa pela minha cabeça e quando surgiu o resultado é como se desse mais fôlego para acreditar na minha visão estética e capacidade de alcançar meus objetivos. É como se alguém me dissesse no canto do ouvido: Você é capaz, não desista!”

O prêmio de segundo lugar ficou com Luiz Henrique Borges de Andrade, de Belo Horizonte, e o 3º. Com Daniela dos Santos Paulino, de Santo André (SP). A escolha dos vencedores é feita por meio de votação popular e júri técnico.

Bruno foi o segundo morador de Foz do Iguaçu que ganha o prêmio. Ele vai receber R$ 7 mil e terá a arte produzida na linha Oxford, para ser comercializada. Ano passado, Gabriel Felipe Sherer, que também é arquiteto e mora em Foz, foi o vencedor.

“O amanhecer da minha janela”, do arquiteto e designer Bruno Xavier de Oliveira.

 

Denise Paro - H2FOZ

Denise Paro é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo da autora.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.